Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

'Pimenta Bueno é um oásis de inovações', afirma Confúcio.


 
Um município que dá certo. Em resumo esta é a definição que Confúcio Moura, prefeito de Ariquemes, e pré-candidato ao governo de Rondônia pelo PMDB, faz de Pimenta Bueno. O peemedebista visitou a região, no último final de semana, a fim de conhecer um pouco mais da economia local, e ficou fascinado pelo volume de produção que o município apresenta. ”No seu coração pulsa uma energia incrível que é o empreendedorismo como princípio e fim de sua própria existência. Pimenta Bueno vive este presente com olhos num futuro de riqueza”, resume. 

O município que faz parte do Cone Sul do Estado, é exuberante pelo volume de investimentos e produção. Para Confúcio, Pimenta Bueno é uma escola de sucesso, com suas indústrias de confecções, cerâmica, peças e produção de energia elétrica. 

Um dos destaques é a empresa de peças de motocicletas e bicicletas - a Cairu. Nascida em Rondônia, emprega em torno de 1.200 funcionários e produz mensalmente 20 mil bicicletas. 

A Cairu atende o Norte e o Centro-Oeste. “É uma empresa onde tudo parece funcionar com uma lógica perfeita. Vendedores, cobradores, conferencistas, arrumadores, empacotadores, compradores, banco de dados, tecnologia da informação, modernização de processos, enfim, tudo arranjado para ser perfeito”, elogia Confúcio. 

“É assim que se constrói um Estado. O poder público, de um lado, puxando a guia do desenvolvimento. Empresários, de outro, sustentando a riqueza. Comerciantes a desafiarem a lógica do nosso território, ocupando o mundo inteiro. A partir da Cairu, a cidade pegou a vocação para o empreendedorismo, consciente ou não”, relata Moura.

Outra grande realização que chamou a atenção do peemedebista foi a Eletrogóes - uma usina térmica e termoelétrica. Com um investimento de R$ 450 milhões, a Eletrogóes entra em fase final de instalação, com perspectiva de geração de energia suficiente para atender a 350 mil pessoas. 

“Tudo ali é aula magistral de física. A lenha extraída do lago, o extraordinário banco de germoplasma, a clonagem, a estaquia, as gemas. Todas as espécies de eucaliptos repicados em tubetes. O oceano verde de floresta plantada, breve será uma nova economia”, avalia. 

A estimativa é que num hectare de floresta o agricultor obtenha renda anual dez vezes superior ao rendimento proveniente da criação de gado. “A lenha queimada gerará energia elétrica. O reflorestamento será mais uma alternativa para economia do Estado”, acredita. 

“Pimenta Bueno é um oásis de inovações onde se brotam arranjos produtivos extraordinariamente diferenciados”, conclui Confúcio.

Fonte: Daniele Basso e Valbran Júnior

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam