Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

NOTA OFICIAL


A Prefeitura do Município de Guajará-Mirim, através de seu Prefeito Dedé de Melo, vem de público lamentar o envolvimento do Secretário de Obras e Serviços Públicos, Lucio Cardoso Freire no tráfico de entorpecentes, preso através de operação conforme nota oficial da Policia Federal.

O Prefeito recebeu informações próximo das 18:30 horas sobre o ocorrido e ficou absolutamente chocado e decepcionado com a noticia, pois que o referido Secretário vinha desenvolvendo um grande trabalho pelo Município, onde até o momento, nada havia que contrariasse a sua boa conduta nem abalasse a confiança que lhe foi creditada, pois que todas as certidões negativas exigidas por lei, para ocupação de cargos públicos, foram rigorosamente apresentadas pelo Secretário.  Tal conduta, não apenas fere os princípios morais e éticos, como ainda desgasta, sobremaneira, a imagem do poder público.

O Secretário não comunicou que estaria ausentando do Município, portanto não estava a serviço da Prefeitura. Durante a semana, o prefeito tentou contactar pessoalmente o Secretário pelo telefone para saber do andamento de várias obras que vêem sendo realizadas no município, como asfalto, estradas vicinais etc. e não conseguiu, o que causou-lhe estranheza , pois não era de hábito esta falta de comunicação,  razão pala qual pediu ao Secretario de Estradas e Rodagens que supervisionasse os mencionados serviços.
Ao saber da noticia, o que poderia fazer de pronto, era exonerá-lo, o que de imediato foi feito.

A Prefeitura lamenta a forma que alguns meios de comunicação ao informar em matérias jornalísticas, explorar de forma dúbia colocando o nome do Prefeito em destaque na tentativa de associar de forma maliciosa o fato a sua pessoa.

O caminho da retidão é, aparentemente o mais difícil, mas é o que o Chefe do Poder Executivo optou, por sua formação, principio de família e valores, mesmo vivendo no meio político onde a tentação do dinheiro fácil, acaba levando pessoas ao desvio de conduta.

Lamentamos por Guajará, por sua família e por todos aqueles que prezam por uma vida digna e honesta.

Oficialmente repudiamos esta conduta que nos parece que em momento algum, pensou no respeito do seu cargo de homem público que deve ter acima de tudo honradez no seu exercício, nem no mal que trouxe ao Chefe do Poder Executivo, traindo-lhe a confiança, como também a toda a população de Guajará-mirim já tão sofrida.

Para encerrar, colocamo-nos a inteira disposição das autoridades Federais e Estaduais, para colaborar no que for preciso.

Palácio Perola do Mamoré, 05 de Outubro de 2006.

 

JOSÉ MÁRIO DE MELO
Prefeito Municipal

Mais Sobre Municípios

Hildon Chaves garante que processo para a compra de vacinas não causa prejuízo ao município

Hildon Chaves garante que processo para a compra de vacinas não causa prejuízo ao município

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, disse, na quinta-feira (22), que o município não será prejudicado se ficar comprovado que o processo da ve

Decreto municipal beneficia empresas que dependem de licenças sanitárias para funcionar em Porto Velho

Decreto municipal beneficia empresas que dependem de licenças sanitárias para funcionar em Porto Velho

Um decreto assinado pelo prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, inclui as empresas que dependem das licenças sanitárias para funcionar legalmente,