Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Município pode executar obras de esgotamento sanitário


O governador Confúcio Moura acatou solicitação da Prefeitura Municipal de Rolim de Moura para execução das obras de esgotamento sanitário na cidade, mas a operação do sistema permanece sob a responsabilidade da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

Em consulta feita ao Departamento de Desenvolvimento e Cooperação Técnica do Ministério das Cidades, o governo estadual foi informado da possibilidade dos municípios serem intervenientes executores das obras de saneamento com recursos do PAC, desde que cumpram as inúmeras exigências impostas pela União.

“Não há óbices para que o município seja interveniente executor, porém o órgão operador do sistema deve ser figura jurídica conforme especificado no Manual de Apresentação de Propostas da Sistemática 2010/2011 do Ministério das Cidades e não poderá ser o município” , explicou o diretor Hélio José de Freitas, do Ministério das Cidades em resposta a Procuradoria Geral do Estado de Rondônia.

Vale ressaltar que para os municípios iniciarem as obras e substituírem a Caerd na operação do sistema é necessária a existência de uma autarquia estruturada e em funcionamento, o que, certamente, ocasionaria um custo altíssimo para o município, somando-se ao fato de que por tratar-se de ano eleitoral a estruturação da autarquia municipal estaria comprometida em face dos prazos.

Em Rolim de Moura, a prefeitura (e não a autarquia) está autorizada a licitar e contratar a obra, mas para que seja autorizado o inicio das obras é necessária uma autarquia em funcionamento ou a regularização da prestação do serviço com a Caerd.

“Como técnicos temos que alertar para os riscos em perder o recurso. A assinatura do convenio entre União e governo do Estado ocorreu em 28 de outubro de 2011 e o prazo máximo para que ocorra o primeiro desembolso é de 12 meses, dos quais já se passaram cinco meses, restando apenas sete, para que o município consiga licitar, contratar e estruturar sua autarquia para finalmente receber autorização para inicio da obra e primeiro desembolso. Torcemos pelo sucesso da prefeitura de Rolim de Moura, mas sabemos que o caminho de definição da Caerd como operadora através regularização da prestação de serviço com a empresa que já opera no município, certamente, é bem menos arriscado e não impede que o município possa ser o executor da obra”, explicou a engenheira Márcia Luna, presidente da Caerd.

Fonte: Decom

 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce