Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

MELHORIA NOS TANQUES REDES DE GUAJARÁ-MIRIM


 

Tanques redes do rio Pacaás Novos vai receber melhorias, anunciou, secretário de ambiente do estado, Cletho Brito, na reunião da "Sedam Itinerante" realizada nesta quinta feira, 4 em Guajará Mirim. Participaram da reunião na Câmara Municipal cerca de 200 pessoas, entre pescadores, seringueiros, produtores rurais, madeireiros e diversas autoridades.

O projeto de Tanques em Guajará-Mirim está parado desde julho, quando a falta de oxigenação da água causou a mortandade de 80% dos peixes. Segundo a gerente de pesca do órgão ambiental do estado, Cristina Denny "houve um fenômeno natural de inversão térmica, em que o rio Ouro Preto, entrou no rio Pacaás, atingindo os peixes do Tanques". A água foi analisada pela Sedam sendo constatado um baixo teor de oxigênio,diz Cristina.

Brito disse que o Tanques vai primeiro passar por uma reforma antes de ser reativado. "Vamos melhorar a estrutura física do projeto e junto com a Seapes e Emater dar continuidade no trabalho desenvolvido pelos pescadores". A Sedam vai ficar responsável pela alimentação dos peixes, a Seapes com a reposição e a Emater dará assistência técnica aos pescadores, afirmou o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental.

Para o pescador Raimundo Feitosa o Tanques redes foi a forma de renda e subsistência que mais se adequou a realidade dos pescadores da região. "Antigamente quando chegava a época do defeso dos peixes não tínhamos nenhuma alternativa para trabalhar e se alimentar. Já depois que foi implantado o tanques redes as nossas vidas melhoraram muito, claro que não dar para ficar rico, mais o pouco que a gente tira de lá é o suficiente para atender as 12 famílias que fazem parte do projeto" frisou Feitosa.

O projeto Tanques – Redes de Guajará Mirim foi inaugurado em 2005. Construído com recursos do Governo Federal — Ministério da Integração Nacional, Governo Estadual, em convênio de cooperação técnica com a Colônia de Pescadores Z-2 de Guajará-Mirim.

Recuperação de Mata Ciliar

No projeto itinerário realizado nesta primeira etapa para ouvir as propostas e as demandas de cada região do Estado o secretário da Sedam, Cletho Brito aproveitou também para anunciar a recuperação das matas ciliares dos rios rondonienses nos próximos meses. Segundo ele, foi feito um mapeamento nos 52 municípios para conhecer os rios que necessitam recuperar matas e em quais serão realizados "o maior projeto de reflorestamento do Estado de Rondônia".

Segunda etapa da Itinerante

Na segunda etapa da Itinerante vai ser usado um ônibus que trabalhará fazendo licenciamento e cadastro de propriedades rurais pelo interior do estado, segundo disse Brito."A principal ação da Sedam Itinerante é agilizar e facilitar a regularização fundiária para os agricultores, pequenos produtores rurais que precisam dos trabalhos da Secretaria e não possuem meios de se descolarem até Porto Velho para fazer o licenciamento ambiental". Ele acredita também que essa ação no futuro será permanente.

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam