Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Médico condenado por negligência no atendimento a Cezar Cassol interpõem recurso


 
O juiz Maximiliano Deitos, titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Rolim de Moura (RO), recebeu no último dia 15, recursos de apelação, interpostos pela família de Cezar Freitas Cassol e também pelo médico e hospital condenados por negligência.

De acordo com o magistrado os depoimentos pessoais do requerido e o laudo pericial indicam a negligência médica. "O tratamento dispensado não foi adequado ao paciente por ter feito um diagnóstico precoce sem os devidos cuidados técnicos postergando condutas que deveriam ter sido imediatas", frisou.

O médico e o hospital foram condenados a pagarem aos genitores danos materiais, pensão mensal de 01 salário mínimo até que a vítima completasse 25 anos e danos morais no importe de 600 salário mínimos, todos os valores diminuídos em 30%, tendo em vista a existência de duas causas de diminuição da responsabilidade - conduta da vítima (ausência de profilaxia) e demora no transporte aéreo. Os réus recorreram da sentença, assim como os pais da vítima, que pretendem o aumento da condenação.

No Tribunal de Justiça o recurso deverá ser distribuído para uma das Câmaras Cíveis.

Fonte: Ascom/TJ RO

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce