Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

LINHA COM CEROL ATINGE PESCOÇO DE MOTOCICLISTA


Uma Linha de pipa com cerol, por pouco não fez uma vítima fatal na tarde deste domingo (03/02) em Ouro Preto. A linha atingiu o pescoço da vítima causando um corte profundo muito próximo da veia arterial.

Era por volta das 16:00h quando Fábio Martins da Silva, morador da cidade de Jarú, chegava em Ouro Preto onde planejou passar os dias do feriado de carnaval. Mas a recepção que teve na entrada da cidade, por muito pouco, não lhe tirou a vida: “eu estava vindo na minha Biz quando vi a linha atravessada. Não deu tempo de frear e a linha passou no meu pescoço fazendo este corte”, disse Fábio indignado.

Um fato preocupante é que o acidente ocorreu nos três coqueiros, na entrada da cidade, que é considerado o maior centro comercial do município e por onde passa o maior tráfego de veículos e pedestres diariamente. Bastante assustado, Fábio procurou o batalhão da polícia militar para registrar o incidente e explicou que a linha só não atingiu a artéria por um motivo: “eu coloquei o meu chapéu no peito e o capacete na cabeça. Se não fosse o chapéu a linha teria pegado de frente no meu pescoço”, contou. A linha chegou inclusive a cortar uma aba do chapéu da vítima.

OS MARMANJOS ESTÃO A SOLTA
O que deixou fábio irritado é que não se tratava de crianças desinformadas ou ingênuas que soltavam pipa no local, mas sim, vários marmanjos: “eram homens que estavam soltando pipa lá, não eram crianças”, constatou a vítima.

Segundo informações da polícia militar as reclamações feitas pela população são freqüentes: “nós recebemos reclamações diariamente não apenas de lesão corporal causadas pelas linhas com cerol, mas também, de curto em redes elétricas e invasão de quintais para pegar as pipas que são cortadas”, disse o PM cabo J. Neto.

A policia ainda informou que tem atendido a estas reclamações, mas, falta amparo legal para confiscar as pipas e punir os infratores: “nós vamos ao local, mas infelizmente, não tem ainda uma lei que proíba isto”, informou o PM cabo J. Neto. Ao que parece, o procedimento correto seria que as autoridades competentes baixassem um decreto proibindo que soltassem pipas nas vias públicas, o que daria um amparo legal para que a polícia e órgãos fiscalizadores agissem.

O cabo J. Neto encerrou suas considerações sobre o assunto solicitando aos pais que colaborem para evitar estes incidentes: “nós aconselhamos aos pais que levem seus filhos para locais apropriados para soltar pipa, como a zona rural, ou os campos de futebol, e também que proíbam seus filhos de usarem o cerol na linha”, orientou. 

Fonte:  Ronivaldo Moreira - Nossanoticía

Mais Sobre Municípios

Nove bairros de Porto Velho recebem obras de infraestrutura nesta quinta-feira

Nove bairros de Porto Velho recebem obras de infraestrutura nesta quinta-feira

Todos os dias, equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho atuam no cumprimento das metas do projeto de urbanização da capital. O planejamento é fei

Saneamento avança em Ariquemes: empresa de saneamento conclui a primeira etapa de construção do novo reservatório de água tratada

Saneamento avança em Ariquemes: empresa de saneamento conclui a primeira etapa de construção do novo reservatório de água tratada

Garantir água com qualidade e regularidade é um dos principais objetivos da Águas de Ariquemes, atualmente, na área urbana do município mais de 93%

Professora da rede pública municipal de Ariquemes vence concurso nacional do projeto "Caminho das Águas"

Professora da rede pública municipal de Ariquemes vence concurso nacional do projeto "Caminho das Águas"

Com o filme "Todos Pela Água", a professora Gilvany Santos Batista da Escola Municipal Jorge Luiz Moulaz, em Ariquemes, foi a vencedora no concurso

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

Vilhena: Pago recurso destinado por Mariana Carvalho para compra de caminhão-pipa

A parceria entre a Deputada Federal Mariana Carvalho e o ex-Vereador Rafael Maziero segue gerando resultados positivos para Vilhena. Desta vez, a Pr