Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Lideranças forçam BB a contratar mais funcionários


Após as denúncias feitas pelo Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro (SEEB/RO), o prefeito e vereadores de Machadinho do Oeste vieram pessoalmente a Porto Velho para se reunir com representantes da Superintendência do Banco do Brasil a fim de exigir uma solução para o caos instalado na agência daquele município, que conta atualmente com apenas oito dos 16 funcionários trabalhando, sendo que estes oito também estão adoecidos e o atendimento, que já era precário, chegou a níveis insustentáveis.

A reunião, que foi previamente agendada com o superintendente Edivaldo Sebastião, acabou acontecendo sem a presença dele, que viajou subitamente para o Rio de Janeiro mesmo após ter confirmado presença. A reunião, portanto, foi liderada pelo gerente de Mercado Pessoa Jurídica Flavio Romero, e por Fabio Luis Bittencourt de Oliveira, gerente de Mercado Pessoa Física. Este último não permitiu a presença de dirigentes do SEEB/RO na reunião.

"Vamos dar um prazo para eles se adequarem, pois a situação chegou a um nível insuportável e toda a população sofre e, consequentemente, vem pra cima da gente. Revoltados, acabam xingando os funcionários, que não tem culpa alguma do caos", já anunciava, minutos antes, o presidente da Câmara Municipal, Reginaldo Marques.

Após a reunião, que contou ainda com a presença do deputado estadual Saulo Moreira, ficou estabelecido que o banco terá um prazo de 15 dias para fazer a adequação no quadro funcional.

"O banco se comprometeu a contratar mais dois funcionários imediatamente e, em seguida, chamar mais quatro do último concurso público, chegando a um número de 14 que, segundo eles (Superintendência) se aproxima da média daquela agência, que é de 16 funcionários. O prazo está estipulado e, caso o banco não cumpra com suas promessas, podemos retirar daquela agência importantes repasses do funcionalismo municipal, que responde pela maior parte de sua clientela", ameaçou o prefeito Mario Alves da Costa.

Apesar desta garantia em contratar mais funcionários este número ainda é considerado muito pequeno para a demanda gigantesca de clientes, que é formada não apenas pela população de

Machadinho, mas também pelos clientes e usuários do distrito de 5º BEC, dos municípios de Vale do Anari, de Cujubim e de parte do Estado de Mato Grosso.

FONTE: RONDINELI GONZALEZ - DRT 00700  / SEEB

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce