Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Ji-Paraná: Vila Militar do Exército tem área garantida


Foi assinada na último quinta-feira (1), a escritura pública transferindo para o Governo Federal uma área de dez hectares de terras, onde será construída a vila militar do Exercito Brasileiro na cidade de Ji-Paraná. Estiveram presentes no ato de transferência o General Ubiratan Poty, Comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva; Antônio Roberto dos Santos Ferreira, Superintendente de Patrimônio da União; José Bianco (DEM), Prefeito Municipal; Jesualdo Pires (PSB), deputado estadual e prefeito eleito; Nilton Cezar Rios (PSB),presidente da Câmara Municipal, e os empresários Perpetua Benitez Bernardi e Luis Bernardi, que efetivaram a doação da área.

A vila militar abrigará cerca de 700 militares que passarão a residir na cidade. O investimento estimado é de R$ 60 milhões na construção das residências e outras benfeitorias.

Os dez hectares transferidos nesta manhã é a primeira parte das terras que ficarão sobre o domínio das Forças Armadas. A segunda parte, uma área de 105 hectares localizada nas imediações do Anel Viário, e que será destinada para a construção do Batalhão do Exército, será transferida para União somente nos próximos dias. Os 105 hectares necessitam da aprovação por parte Assembléia Legislativa de um Projeto de Lei autorizando a transferência para o Governo Federal, o que deve ocorrer na já próxima semana. A autorização pelos deputados é necessária, uma vez que a posse desta área é do Governo do Estado de Rondônia.

Para a construção da Base do Exército estão previstos outros R$ 60 milhões, totalizando investimentos na ordem de R$ 120 milhões.

Conforme o General Ubiratan Poty, com a posse da área para União, o Exército Brasileiro já poderá dar inicio no processo de licitação para a construção da vila, o que deverá ocorrer num prazo de três meses. “Somente com o inicio da construção das residências é que começaremos o envio de tropas para o município, um contingente que se aproximará de 700 militares”, ressaltou. Outra informação prestada pelo Coronel é que a partir de 2013, os jovens que se alistarem em Ji-Paraná terão a oportunidade de servir o Exército Brasileiro, ficando a disposição da Brigada de Infantaria de Selva.

Para o prefeito José Bianco, a vinda da Unidade do Exército traz para o município vários fatores positivos, especialmente para o comércio local que passa a ter um incremento na economia de cerca de 700 famílias que passarão a viver na cidade.

Para Jesualdo Pires a vinda do Exército trará também mais segurança a toda a Região Central do Estado, pois a localização do Batalhão em Ji-Paraná reforçará as ações de combate ao narcotráfico e contrabando de armas nas fronteiras do Estado, especialmente com a Bolívia.

José Bianco e Jesualdo durante a solenidade enalteceram o trabalho parlamentar do deputado federal Marcos Rogério e do Senador da República, Acir Gurgacz na viabilização de recursos e articulação para vinda do Exército para Ji-Paraná.


Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce