Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

JI-PARANÁ: Povos indígenas são novidade no JEM’s


  
Mais de três mil alunos de 24 escolas, estaduais, municipais, particulares, e indígenas, estão participando dos Jogos Estudantis Municipais (JEM's), de Ji-Paraná. As competições foram iniciadas na última sexta-feira (22) e têm seu término marcado para o domingo (31), onde serão conhecidos os atletas e equipes que estarão participando dos Jogos Estaduais de Rondônia (JOER).

De acordo com informações do Secretário Municipal de Educação, José Vanderley Nunes Fernandes, a grande novidade para este ano é a participação dos povos indígenas Araras e Gavião.

"Estamos muito satisfeitos com todo o evento, a abertura foi linda, recebemos mais de cinco mil pessoas no Gerivaldão, superou todas as nossas expectativas. Além disso, temos a satisfação de contar com a participação dos povos indígenas, disputando futebol de campo e salão", comentou.

As competições estão acontecendo nos ginásios Gerivaldo José de Souza (Gerivaldão), Adão Lamota, Jardim dos Migrantes, no estádio Biancão, e também nas escolas Marechal Rondon , Gonçalves Dias, Rio Urupá, Júlio Guerra e Rute Rocha. Segundo Vanderley, são muitas as modalidades disputadas, entre elas: o basquete, vôlei, futebol de salão e campo, handebol, vôlei de praia, e tênis de mesa. As artes marciais também estão marcando presença com o judô e karatê. A natação é outra modalidade bem disputada que está acontecendo no Esporte Clube Vera Cruz.

No domingo, a partir das 19h30, acontecerá o encerramento no Gerivaldão, com entrega de troféus e medalhas. O JEM"s está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), com apoio da Representação de Ensino (REN) e da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento