Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Governo sorteia 593 unidades habitacionais em Ji-Paraná


“Acredito que, hoje, ajudamos a reduzir o déficit habitacional em Ji-Paraná, entregamos 593 casas e teremos mais 1.500 unidades habitacionais. O melhor é que são bairros próximos, com infraestrutura e com financiamento Federal o que alivia a contra partida dos municípios e isto é muito bom, pois sozinho ninguém faz nada, devemos dividir o nosso pouco e fazer muito pela população, é assim que devemos agir”, afirmou o governador Confúcio Moura.

Segundo o secretário de Assistência Social (Seas), Márcio Félix, há duas décadas que o governo não participa de projetos habitacionais e já foram investidos R$ 27 milhões, com previsão de mais R$ 72 milhões, garantindo a emersão da população mais carente da zona de pobreza e extrema pobreza. “Estas ações só se concretizam quando todos estão envolvidos e por isso expresso aqui meus agradecimentos aos nossos parceiros”.

Inclusão

“O trabalho da equipe de habitação em Ji-Paraná teve inicio há cerca de 70 dias com o planejamento das ações”, conta Solange Oliveira, coordenadora do programa na cidade. No dia 4 de março foi realizada a reunião com os parceiros e prefeitura e em seguida houve a capacitação dos técnicos envolvidos para realização das inscrições, relata.

De 09 a 18 de março as inscrições foram abertas na Regional de Ensino. Durante dez dias 2.445 pessoas se cadastraram. Depois de concluída essa fase teve inicio as visitas domiciliares, concomitante a analise dos inscritos pelos técnicos. “Nessa fase se priorizou as cotas de 3% para idosos e pessoas com deficiência”, explica Sara Vieira, coordenadora de Desenvolvimento Social/Habitação.

No dia 20 de abril foi realizado o primeiro evento para atender este publico. Foram sorteados 18 de cada grupo com seis suplentes. No dia 22 de abril, os técnicos retomaram as visitações e analise sistematizada dos candidatos aptos, para que no último sábado (18) fosse realizado o evento.

Um dos beneficiados com a cota foi Edmilson Fernando de Oliveira, de 40 anos, que se diz maravilhado em estar participando do projeto. “Fiquei sabendo pela televisão e assim que pude procurei a Assistência Social. Moro atualmente de aluguel e o lugar que moro é muito longe, por eu ser cadeirante e a região não dispor de quase nada de acessibilidade minha vida se torna muito difícil”, afirmou Edmilson.

Sorteio

Foram selecionados 798 candidatos. Destes, 85 famílias atenderam de cinco a seis critérios, dispensando consequentemente o sorteio, uma vez que possuem seus direitos assegurados pela Portaria 610 de 26 de Dezembro de 2011 do Ministério das Cidades.

Atenderam de três a quatro critérios um montante de 713 candidatos. Estes participaram do sorteio, esclarece Sara Vieira. “Foram sorteados 472 candidatos titulares e 166 suplentes, um total de 638, com os 85 serão 723 selecionados para a segunda fase”. Ela agradece também o importante apoio da Emater, Sesau, Secretária Executiva, Shopping Cidadão e estagiários de varias faculdades que contribuíram com mão de obra.

Compromisso

“Todo o empenho realizado foi no sentido de possibilitar que o projeto alcançasse as famílias que realmente necessitam”, afirma a assistente social Dolotéia Alves da Silva que integra uma das equipes de campo do programa.

Eram por volta das 16 horas de sexta-feira (17), e a equipe empenhava os últimos esforços no sentido de levar o convite as famílias e possibilitar a chance delas concorreram ao sorteio. “É um trabalho de pesquisa, pois muitas vezes temos que ir procurando os endereços até encontrar a pessoa“, conta Etelvina Oliveira Souza, assistente social.

Graça ao trabalho realizado pelas assistentes sociais, Maria Aparecida de Souza, pode participar do sorteio. “Eu estou feliz porque não sabia que ia ter esse sorteio agora vou poder participar e concorrer a uma casa que é meu sonho”, disse na sexta anterior o evento.

Sorteada pelo governador, Dona Rosilene Nunes dos Santos se sente agraciada. “É muito bom receber a casa das mãos do governador, a casa que moro hoje é emprestada, tenho três filhos e meu marido trabalha em um hortifrutigranjeiro, acho que de outra forma jamais poderíamos ter um teto nosso que é o sonho de toda dona de casa”.

Participaram do evento o vice-governador Airton Gurgacz; o senador Acir Gurgacz, o deputado federal Marco Rogério; o secretário da Seas, Marcio Felix; Lúcio Mosquini, diretor do DER; Ricardo Sá, da Soph; o subchefe da Casa Civil, Edvaldo Soares; Romildo Pereira, Secretário Regional; José Antônio Cordeiro, Secretário Regional de Educação; Chiquinho da Emater; o vice prefeito Marcito Pinto; José Carlos representando a Câmara de Vereadores e Cícero Bordoni da Silva, representando a Caixa Econômica Federal.

Fonte: Romeu Noé / Foto: Daiane Mendonça / Decom

  

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam