Porto Velho (RO) segunda-feira, 10 de maio de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Governo investe na inclusão digital


Com o objetivo de capacitar os professores para utilizarem as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s), o Governo do Estado está garantindo, por intermédio da Secretaria da Educação (Seduc), a transformação da prática pedagógica e tecnológica através do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE/Seduc).

Para atender às Representações de Ensino, Rondônia conta com três sedes do NTE nos município de Porto Velho, Ji-Paraná e Rolim de Moura. Segundo a coordenadora do núcleo, Maria Aparecida Ayricke, está prevista para o ano de 2008 a instalação de mais uma unidade tecnológica em Vilhena. Ela ainda ressaltou que um dos principais objetivos do núcleo é priorizar a inclusão digital, utilizando ferramentas e recursos pedagógicos.

O NTE foi criado em 1998, com 37 laboratórios de informática (LIE’s) e atualmente conta com 244. Neste ano foram realizadas diversas ações, como os cursos de capacitação em informática educativa, tendo como público-alvo 2.260 professores e coordenadores de LIE’s; capacitação no ambiente; Programa Nacional de Informática (Proinfo) para 300 participantes do curso de mídias na educação, além de outros cursos voltados para a formação continuada de professores no uso das tecnologias.

Para o ano de 2008, o secretário da Educação, professor Edinaldo Lustoza, destacou algumas atividades que serão desenvolvidas, como a continuação do Programa Nacional de Informática (Proinfo), tendo como principal meta a realização de dois projetos, como o Projeto Piloto oferecendo Um Computador por Aluno (UCA) que em Rondônia beneficiará cinco municípios. 

Ele ainda destacou outro mega projeto para a inclusão digital, que a reciclagem para os professores formadores, todos especialistas em Informática na Educação que irão ministrar aulas nas 244 escolas do Estado, que possuem laboratórios de informática. “O curso Educação Digital com carga horário de 40h, que tem como objetivo familiarizar todos os professores com os recursos básicos de computadores (sistema operacional Linux Educacional e Internet)”, também faz parte de nossas metas”, detalhou.

Dando continuidade à capacitação, o curso Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC’s, tem como pré-requisitos o domínio básico de utilização de computador e internet e será oferecido com o intuito de garantir subsídios teórico-metodológico-práticos para que os professores possam compreender, planejar e utilizar as TIC’s na prática pedagógica, promovendo situações de ensino que focalizem a aprendizagem dos alunos.

A expectativa do Governo do Estado é de que em 2008 nenhum aluno do 3º ano do ensino médio das escolas contempladas com laboratórios de informática, conclua o ensino médio sem ter o conhecimento básico de informática. 

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Tarifa a R$1 no transporte coletiva começa a valer na segunda-feira (10)

Tarifa a R$1 no transporte coletiva começa a valer na segunda-feira (10)

No próximo domingo (9), encerra o prazo de gratuidade da tarifa no transporte coletivo em Porto Velho. A partir de segunda-feira (10), até o dia 9 de

Iniciada as ações de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Rolim  de Moura

Iniciada as ações de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Rolim de Moura

A Secretária Municipal de Assistência Social de Rolim de Moura (RO) Sandra Miranda, informou que as ações para chamar atenção da sociedade rolimoure

ACR reivindica aumento do número de ônibus em Porto Velho

ACR reivindica aumento do número de ônibus em Porto Velho

A mais antiga e prestigiada associação comercial de nosso estado, a Associação Comercial de Rondônia-ACR, fundada em 30 de setembro de 1928, sob o n

Servidores da saúde de Porto Velho avaliam importância da rotina de dedicação

Servidores da saúde de Porto Velho avaliam importância da rotina de dedicação

O Dia do Trabalhador esse ano é diferente para muitos dos servidores do município de Porto Velho. A pandemia da Covid-19 mudou a rotina para quem atua