Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Formação de alfabetizadores será iniciada



Aconteceu, na última quinta-feira, o lançamento oficial da formação dos alfabetizadores que estarão trabalhando com o programa do Governo Federal “Brasil Alfabetizado”. O evento aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e contou com a presença do Secretário Municipal de Educação, Vanderlei Nunes; o superintendente de gestão da Semed, Elvis Gomes Ferreira; a superintendente de ensino, Valmira Gouveia; e o técnico ba e eja da Semed, Francisco Herculano. O curso de formação acontecerá até o próximo dia 27, no período da noite, com um total de 40 horas/aula. 

Estão sendo disponibilizadas mil vagas para cidadãos acima de 15 anos, que desejem ser alfabetizados. A data para início das aulas é 30 de novembro e ainda há vagas para turmas na zona rural e urbana, apenas pouco mais de 500 vagas foram preenchidas. De acordo com informações de Gicelma Dias Pereira, gestora local do programa, o curso de alfabetização acontecerá durante oito meses, e após este período, os alunos que desejarem, serão encaminhados para o Ceeja (Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos), para continuação do curso. 

Na ocasião, o secretário municipal afirmou que 

Quem estiver interessado em colaborar com o Brasil Alfabetizado, como um alfabetizador, deverá procurar Gicelma na sede da Semed, em horário comercial. As aulas serão distribuídas em escolas municipais, priorizando a facilidade de acesso dos alfabetizandos. O curso terá uma carga horária semanal de 10 horas. Os alfabetizadores receberão, como ajuda de custo, uma bolsa de R$ 250,00 mensais. Servidores municipais também poderão concorrer a uma das vagas de alfabetizador. As aulas acontecerão de acordo com o horário disponível de cada profissional. Na zona urbana serão formadas turmas de 14 a 25 alunos, e na zona rural, de 7 a 14 alunos. 

Atualmente, de acordo com dados do IBGE, pelo senso do ano de 2.000, existem cerca de 11 mil analfabetos no município de Ji-Paraná. 

A necessidade de ser alfabetizado 

Alfabetizado o cidadão torna-se mais atuante, participativo e autônomo, de forma significativa na sociedade na qual este está inserido. É esta importância de ser alfabetizado que o indivíduo precisa ter conhecimento, ser realmente convencido das vantagens que a leitura e escrita trazem para o desenvolvimento social, financeiro e cultural. É apresentando este leque de vantagens que a Semed faz um apelo, um chamado a todos aqueles que não são alfabetizados para que realizarem as suas inscrições e participarem do programa “Brasil Alfabetizado”. A família tem importância decisiva neste contexto, quem é alfabetizado e convive com as pessoas que não sabem ler e escrever, devem orientá-las e convencê-las a ingressar nesse mundo novo, de descobertas. A Semed pede ajuda de toda a sociedade para se engajar nessa luta.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam