Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Formação de alfabetizadores será iniciada



Aconteceu, na última quinta-feira, o lançamento oficial da formação dos alfabetizadores que estarão trabalhando com o programa do Governo Federal “Brasil Alfabetizado”. O evento aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e contou com a presença do Secretário Municipal de Educação, Vanderlei Nunes; o superintendente de gestão da Semed, Elvis Gomes Ferreira; a superintendente de ensino, Valmira Gouveia; e o técnico ba e eja da Semed, Francisco Herculano. O curso de formação acontecerá até o próximo dia 27, no período da noite, com um total de 40 horas/aula. 

Estão sendo disponibilizadas mil vagas para cidadãos acima de 15 anos, que desejem ser alfabetizados. A data para início das aulas é 30 de novembro e ainda há vagas para turmas na zona rural e urbana, apenas pouco mais de 500 vagas foram preenchidas. De acordo com informações de Gicelma Dias Pereira, gestora local do programa, o curso de alfabetização acontecerá durante oito meses, e após este período, os alunos que desejarem, serão encaminhados para o Ceeja (Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos), para continuação do curso. 

Na ocasião, o secretário municipal afirmou que 

Quem estiver interessado em colaborar com o Brasil Alfabetizado, como um alfabetizador, deverá procurar Gicelma na sede da Semed, em horário comercial. As aulas serão distribuídas em escolas municipais, priorizando a facilidade de acesso dos alfabetizandos. O curso terá uma carga horária semanal de 10 horas. Os alfabetizadores receberão, como ajuda de custo, uma bolsa de R$ 250,00 mensais. Servidores municipais também poderão concorrer a uma das vagas de alfabetizador. As aulas acontecerão de acordo com o horário disponível de cada profissional. Na zona urbana serão formadas turmas de 14 a 25 alunos, e na zona rural, de 7 a 14 alunos. 

Atualmente, de acordo com dados do IBGE, pelo senso do ano de 2.000, existem cerca de 11 mil analfabetos no município de Ji-Paraná. 

A necessidade de ser alfabetizado 

Alfabetizado o cidadão torna-se mais atuante, participativo e autônomo, de forma significativa na sociedade na qual este está inserido. É esta importância de ser alfabetizado que o indivíduo precisa ter conhecimento, ser realmente convencido das vantagens que a leitura e escrita trazem para o desenvolvimento social, financeiro e cultural. É apresentando este leque de vantagens que a Semed faz um apelo, um chamado a todos aqueles que não são alfabetizados para que realizarem as suas inscrições e participarem do programa “Brasil Alfabetizado”. A família tem importância decisiva neste contexto, quem é alfabetizado e convive com as pessoas que não sabem ler e escrever, devem orientá-las e convencê-las a ingressar nesse mundo novo, de descobertas. A Semed pede ajuda de toda a sociedade para se engajar nessa luta.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Diversas vagas de emprego estão disponíveis no mercado em Porto Velho, conforme informa a página virtual do Sine Municipal. São postos para pessoas em

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho seguem em ritmo acelerado nesta segunda-feira (14), com serviços estruturantes em 11 bairros. Elas reali

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Em pleno domingo (13), foram iniciadas as obras de asfaltamento do programa Tchau Poeira, do Governo do Estado, em Ariquemes. O início dos trabalhos