Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

FLOR DO CAMPO FAZ PROTESTO EM DEFESA DO FESTIVAL


Membros da Diretoria, brincante, artistas e amigos doBoi-Bumbá Flor do Campo promoveram na Câmara de Vereadores de Guajará, manifestação em defesa da realização e da preservação do Festival Folclórico de Guajará-Mirim, e em favor da proteção e perpetuação da brincadeira de boi-bumbá, patrimônio imaterial do povo brasileiro.FLOR DO CAMPO FAZ PROTESTO EM DEFESA DO FESTIVAL - Gente de Opinião

A manifestação aconteceu de forma ordeira, com os participantes ostentando diversas mensagens de protesto grafadas em cartazes, além de um estridente ‘apitaço’ promovido pelos manifestantes, chamando a atenção de todos que chegavam para participar da cerimônia pública que acontecia no plenário da Câmara.

Lideranças do movimento lamentaram o posicionamento do fundador da Nação Azul e Branca, Senhor Leonilson Muniz (o Léo) que, atendendo recomendação do Gabinete da SEMCET, orientou seus brincantes e artistas a não participarem do evento, dividindo ao meio o movimento. “Fico triste com a recuo da Diretoria do Malhadinho, que não entendeu o nosso objetivo que é somar a força das duas nações e garantir a realização do Festival”, declarou Izabel Assunção de Lima, colaboradora do Flor do Campo.

“Fazer bonitas alegorias, fantasias e coreografias não garante mais a sobrevivência do Festival. Flor do Campo e Malhadinho devem se organizar politicamente, protestar e deixar claro nossa insatisfação com o poder público e as autoridades que não cuidam com respeito e responsabilidade do Festival de Guajará”, afirmou a brincante Luciane Barbosa.

Porém, mesmo sozinho, o Flor do Campo chamou pra si a responsabilidade de realizar o protesto e, comandando seus bravos brincantes durante todo manifestação, deixou aos presentes, em especial para todas as autoridades, seu veemente protesto e repúdio quanto ao descaso para com a cultura popular.

No encerramento da solenidade, as autoridades presentes e parte dos convidados saíram, taticamente, pelas portas do fundo da Câmara, sem passar pelos manifestantes.

Foi neste momento que um representante da Nação Vermelha e Branca fez uso da palavra, observando que as autoridades estavam fugindo do recinto. Finalizou a manifestação lembrando que 2014 é ano de eleição e reeleição de políticos. “Aí eles virão pela porta da frente de nossas casas, na maior cara de pau, pedir o nosso voto, e será neste momento que vamos lembrar a todos eles de nossos sonhos e desejos para o Festival Folclórico de Guajará-Mirim, e daremos nossas respostas nas urnas”.

Mais Sobre Municípios

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) flagrou o que pode ser um polêmico caso de desperdício de dinheiro público pela Prefeitura de Porto Velho: