Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Fátima: Reunião com pastores desmonta mitos sobre projeto contra homofobia


 

Lideranças religiosas de Pimenta Bueno
pedem desculpas à senadora Fátima


“O projeto que visa tornar crime a homofobia é explicado de forma equivocada no meio evangélico. Diferente do que dizem, eu luto pela união das famílias e considero o desrespeito com as diferenças um problema que precisa ser corrigido pela sociedade”. FFátima: Reunião com pastores desmonta mitos sobre projeto contra homofobia - Gente de Opiniãooi com essa afirmação que senadora Fátima Cleide (PT) desmentiu alguns mitos divulgados sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC 122), do qual é relatora no Senado, a pastores da Igreja Quadrangular, em reunião no município de Pimenta Bueno, na quarta-feira (8).

Candidata à reeleição, Fátima disse que está sendo alvo de intensas campanhas difamatórias com relação ao projeto relatado. “Lamento ser criticada pelo que considero uma das virtudes do meu mandato, que é a luta pelos diretos humanos”, completou.

“O projeto não trata de casamento de pessoas do mesmo sexo e nem quer proibir os pastores de pregarem a bíblia. Ao contrário, buscamos a liberdade de todos os cidadãos, tanto na diferença de gênero, identidade sexual, como na liberdade religiosa e de expressão. O que queremos combater é a naturalidade dos crimes cometidos contra estas pessoas devido a sua orientação sexual”, disse a senadora ao responder às indagações mais freqüentes dos pastores.

De acordo com a senadora, pesquisas mostram que a cada 48 horas uma pessoa assumida homossexual é morta de forma brutal no Brasil. ”Homicídios que demonstram o ódio e o preconceito para com os cerca de 19 milhões de brasileiros que, ao assumirem sua homossexualidade, são expulsas do lar familiar, da escola e negados pela sociedade”, destacou.

Ao fim da reunião, pastores pediram desculpas à senadora pelo mal entendido e pelos discursos equivocados de alguns líderes evangélicos que não buscam entender o real objetivo do projeto e difamam a imagem da candidata.

“Bom seria se todos os pastores tivessem a oportunidade de ouvir os esclarecimentos diretos da senadora. Somos convictos que a questões partidárias ficam em segundo lugar. Em primeiro vem o direito dos seres humanos”, destacou o pastor regional da Igreja Quadrangular, Junior Beneveluto, responsável pela região do cone Sul e zona da Mata.

O pastor Avelino também agradeceu a senadora pela disponibilidade em conversar com os pastores e elogiou a coragem da senadora por enfrentar assunto tão polêmico em debate com líderes religiosos.

Fonte: Mara Paraguassu
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce