Porto Velho (RO) quinta-feira, 27 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Municípios

Fabricação e venda de produtos de informática em Guajará contam com apoio de dois senadores de RO



O senador Acir Gurgacz (PDT/RO) assumiu recentemente a relatoria do Projeto de Lei do Senado (PLS) 54, que altera a lei 8.210/91 da Área de Livre Comércio de Guajará-Mirim (ALCGM), permitindo que os benefícios da mesma sejam utilizados para a montagem e venda de produtos de informática no município. O PLS 54 foi criado pelo senador Valdir Raupp (PMDB/RO), e apensou outro projeto de lei que tramitava na Casa. “Estamos empenhados em dar uma alternativa de crescimento para o povo de Guajará e pela primeira vez na história temos dois Fabricação e venda de produtos de informática em Guajará contam com apoio de dois senadores de RO - Gente de Opiniãopolíticos importantes no cenário nacional em defesa desta causa, por isso acreditamos na vitória do pleito”, consideram o diretor da Federação das Associações Comercias de Rondônia (Facer) Cicero Noronha e o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Guajará, Marcio Badra.

Guajará-Mirim passa por um momento econômico difícil e busca novas alternativas de desenvolvimento. A montagem e comercialização de computadores e componentes são apontadas pelo setor produtivo do município como uma boa alternativa para alavancar a economia do município e gerar empregos, o que atende a uma demanda urgente da população. Segundo dados da Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo de Rondônia (Fecomércio), a venda destes produtos movimenta R$ 750 milhões por ano em Rondônia – o que equivale a 6% do PIB do Estado.

Guajará-Mirim tem 93% do seu território formado por unidades de preservação e terras indígenas, o que impossibilita o desenvolvimento da agricultura e da pecuária. Sem esta alternativa, que foi adotada como modelo para o desenvolvimento do Estado, o município procura saídas para o marasmo em que vive. No Estado do Amazonas, por exemplo, os benefícios concedidos pela ZFM possibilitam a fabricação de produtos eletrônicos, gerando emprego e permitindo a conservação da floresta.

A montagem e comercialização de produtos de informática também vão potencializar a vocação para o turismo da chamada ‘Pérola do Mamoré’, com o aumento de visitantes e incremento do comércio. Atualmente, grande parte dos visitantes de Guajará segue para a cidade vizinha de Guayará-Merin, na Bolívia, justamente para a compra de produtos de informática.


A reivindicação do município conta com o apoio do um grupo de articulação composto pelas Federações do Comércio (Fecomércio), Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL), Associações Comerciais (Facer), Indústria (Simpi e Feempi) e Agricultura e Pecuária de Rondônia (Faperon). O grupo forma uma frente em defesa do desenvolvimento econômico do Estado, que encampou a reivindicação dos empresários de Guajará-Mirim. “Temos certeza que os nossos políticos conseguirão alterar a lei da ALCGM, para que ela realmente traga desenvolvimento para o município, já que foi criada para este fim”, considera o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae e do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi) de Rondônia, Leonardo Sobral.

Pérola do Mamoré

Com 93% do seu território ocupado por unidades de preservação e terras indígenas, Guajará-Mirim é detentora do título ‘Município Verde’, outorgado em maio de 2009 pelo Instituto Ambiental Biosfera para 30 municípios brasileiros que se destacaram pela contribuição dada à preservação ambiental. Além do comércio, o município não conta com outra fonte de renda. A falta de opções de emprego inchou a folha da prefeitura, a qual consome a maior parte dos paucos recursos do órgão.

Conhecida como a ‘Pérola do Mamoré’, a cidade nasceu no ponto final da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré , a 365 quilômetros de Porto Velho e que completará o em 2012 um século da sua conclusão. Além da trajetória histórica, a região é detentora de grande beleza e tem uma cultura arraigada, cuja maior demonstração é o Festival Folclórico Duelo da Fronteira, que atrai um grande número de visitantes.

Fonte: Ana Aranda – DRT/RO 16

Mais Sobre Municípios

Mais de 500 pets recebem vacinação antirrábica em ação no Bairro Novo, em Porto Velho

Mais de 500 pets recebem vacinação antirrábica em ação no Bairro Novo, em Porto Velho

Buscando garantir a imunização de cães e gatos contra a raiva, o município promove, até essa semana, a vacinação antirrábica em animais de estimação d

Bonificação começa a ser paga para servidores efetivos de Vilhena, mais de R$ 2,5 milhões serão depositados ainda hoje

Bonificação começa a ser paga para servidores efetivos de Vilhena, mais de R$ 2,5 milhões serão depositados ainda hoje

A Prefeitura de Vilhena iniciou na manhã desta sexta-feira, 21, o pagamento da bonificação extraordinária no valor do salário base de cada categoria

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Buscando atender a alta demanda por testes e atendimentos para covid-19, o município vai destinar, a partir da próxima segunda-feira (24), nove unidad