Porto Velho (RO) quarta-feira, 30 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Estrada no Parque Estadual Guajará-Mirim é discutida


O Vice Prefeito do Município de Buritis, Oldeir Ferreira – ‘Dico’, participou na ultima semana, acompanhado da Secretaria Adjunta de Agricultura e Meio Ambiente – Marli Ronik e do Secretário de Educação do Município – José Camilo, de uma reunião do Conselho Consultivo do Parque Estadual Guajará-Mirim. O evento foi realizado no Hotel Fazenda Colonnus, na cidade de Guajará-Mirim e contou com a participação de vários de representantes de órgãos ambientais, sociedade civil organizada, bem como, autoridades do poder executivo dos municípios de Campo Novo, Nova Mamoré e Guajará-Mirim.

Na oportunidade foi discutida a viabilidade de abertura da Estrada Parque, que corta 10% da porção norte do Parque Estadual Guajará-Mirim. Para o Vice Prefeito de Buritis - Dico, a expectativa é de melhoria aos moradores da região. “Essa distância que nós temos devido a burocracia, tem sido nosso maior impasse. Essa Estrada saindo, impulsionará Buritis a sair do vermelho, uma vez que atendemos não só a demanda da nossa população como também de municípios e distritos vizinhos”, declarou o Vice Prefeito de Buritis.

Muitas dificuldades econômicas, sociais e ambientais enfrentadas devido as dificuldades de programar as políticas públicas, principalmente no que tange à saúde, educação e escoamento da produção oriunda das propriedades localizadas no entorno do parque, foram discutidas. Para o Vice Prefeito de Campo Novo – Tadeu de Freitas, há uma grande expectativa dos moradores da região. “Viabilizando esse tráfego, tudo será desafogado. Saúde, educação e principalmente o orçamento dos municípios envolvidos.”, afirmou Tadeu de Freitas.

A discussão sobre a abertura da estrada e as consequências de uma liminar da Justiça Federal (Ação Cívil Pública) que embarga toda a área do parque e seu entorno, também foi debatido. Para o Prefeito de Nova Mamoré a decisão da justiça afeta diretamente o seu município. “A liminar representou um retrocesso para Nova Mamoré, principalmente para o distrito de Nova Dimensão, que teve sua economia comprometida. A abertura da Estrada Parque vai impulsionar o desenvolvimento econômico e social tanto de Nova Mamoré, quanto de Campo Novo e Buritis”, destacou Laerte Queiroz.

A partir do encontro, uma Comissão foi criada e vai propor ao Governo do Estado, à Assembleia Legislativa, à Justiça Federal e ao Ministério Público Federal e Estadual que sejam realizados estudos, técnico sócio-econômico e ambiental para a construção da Estrada Parque, ligando os municípios de Buritis, Campo Novo, Nova Mamoré e Guajará-Mirim, a exemplo de outros Estados do País, onde já existem Estradas Parque que atravessam reservas ambientais, com as devidas medidas de segurança sem degradação ambiental.

A maior preocupação de todo o grupo é com a integridade física, territorial e ambiental do Parque Estadual Guajará-Mirim A priorização do Cadastro Ambiental Rural (CAR), também foi tema de discussão conforme preconiza o novo Código Florestal Brasileiro, viabilizando o acesso às políticas públicas pelas famílias produtoras rurais, garantindo-lhes a permanência no campo.

Estiveram presente no encontro, além do Vice Prefeito de Buritis, Vice Prefeito de Campo Novo de Rondônia - Tadeu de Freitas, Vice prefeita de Guajará-Mirim - Cleude Zeed, o Prefeito de Nova Mamoré - Laerte Queiroz, Sedam, Emater, Associação de Defesa Etnoambiental – Kanindé, Polícia Ambiental, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Nova Mamoré (STTR), Funai, UNIR, Produtores rurais e secretários de educação e de meio ambiente dos municípios envolvidos.

PARQUE ESTADUAL DE GUAJARÁ-MIRIM

Criado pelo decreto nº 4575 de 23 de março de 1990 modificado pela Lei Estadual 700 de 27 de Dezembro de 1996 o parque tem uma superfície 216.568 hectares. Bioma Amazônia 100% Savana 60% Contato Savana - Floresta Ombrófila 12% Situado na parte centro-oeste do estado de Rondônia, abrangendo afluentes da bacia do Rio Jaci-Paraná, o Parque Estadual de Guajará-Mirim foi criado com uma área original de 258.813 ha, mas perdeu 53.601 ha com a existência de títulos definitivos de propriedade da terra. (Dados – SEDAM/RO)

Fonte: Helga Ribeiro

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç