Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Estado de emergência em Alta Floresta


 

Em virtude das fortes chuvas que assolaram o município de Alta Floresta d’ Oeste na madrugada desta sexta-feira (13), e com toda a problemática trazida pela enchente, o prefeito Daniel Deina (PTN) decretou estado de emergência e calamidade pública no município. O prefeito, que no momento se encontrava na capital do estado, deu ordens à todas as secretarias para que trabalhassem para a atenção imediata aos problemas. 

A chuva teve início às 20 horas de quinta-feira (12) e continuou por toda a madrugada, elevando rapidamente o nível dos igarapés que cortam o município, destruindo e alagando casas, matando criações e trazendo prejuízos à população. Cerca de 120 casas foram atingidas diretamente e 13 famílias ficaram desabrigadas e desalojadas. Cerca de três mil pessoas que moram no distrito de Geasa ainda estão isolados, devido à queda de uma ponte. 

A policia militar, juntamente com funcionários públicos do município e pessoas que se disponibilizaram como voluntários, retiraram durante toda a manhã, pessoas que ainda estavam ilhadas em suas residências. 

A prefeitura municipal, através da Comissão de Defesa Civil, em conjunto com outros órgãos públicos tomou providências imediatas, a fim de retirar e alojar as famílias que ficaram desabrigadas. O ginásio municipal de esportes está sendo utilizado temporariamente como abrigo dos moradores que tiveram suas casas tomadas pelas águas, que em alguns pontos chegou a três metros e meio acima do normal. Estado de emergência em Alta Floresta  - Gente de Opinião

O cruzamento da avenida Piauí com a avenida Brasil, que liga o centro da cidade ao bairro Princesa Izabel, o mais populoso da cidade, com cerca de 5 mil habitantes, foi totalmente alagado numa extensão de mais de 200 metros. As águas também cobriram as vias de acesso pela linha 47,5 e pela avenida Mato Grosso, isolando o bairro do restante da cidade das 10:30 às 13:30 horas. 

A Secretaria Municipal de Ação Social providenciou almoço para desabrigados e voluntários na Escola Padre Ezequiel Ramin, onde também foram entregues doações de roupas, calçados e alimentos, facilitando a distribuição das doações para os necessitados. 

O Corpo de Bombeiros de Rolim de Moura chegou à cidade por volta das 13:00 horas, fez um levantamento sobre a situação, para posterior tomada de medidas junto ao governo federal. 

O vice-prefeito Delmo Rodrigues (PR) acompanhou, juntamente com os secretários, todas as ações de retirada e locomoção de moradores. Estado de emergência em Alta Floresta  - Gente de Opinião



Fonte: Ascom - Anderson Guizolfe/AIRP

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce