Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Encontro discute hanseníase em Ji-Paraná



Hanseníase se alastra por todas as regiões do país, mas taxas de contaminação são ainda mais alarmantes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em Ji-Paraná, só em 2007, foram 133 novos casos, oito em crianças menores de 15 anos.

Profissionais da saúde da região Central de Rondônia se reuniram hoje (9) no auditório da Unimed Ji-Paraná para discutir questões relacionadas ao tratamento da hanseníase. O encontro, promovido pela Coordenação Estadual de Controle à Hanseníase, com apoio da Unimed Ji-Paraná, tem o objetivo de discutir problemas clínicos e tirar dúvidas de médicos, enfermeiros e servidores que trabalham na ponta, diretamente com os pacientes.

Três palestrantes, que são referência no tratamento da doença em Rondônia e no Pará, ministraram palestras durante todo o dia e ouviram atentamente as questões colocadas pelos participantes.

Nos últimos cinco anos, o Brasil vem mantendo uma média de 47 mil novos casos de hanseníase a cada ano. De acordo com o Ministério da Saúde, os índices são ainda mais preocupantes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A doença ainda é um problema de saúde pública no Estado, pois apresenta altas taxas de incidência.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, Carmelita Ribeiro de Oliveira, Ji-Paraná é o segundo município em números de casos no Estado. Em 2007, foram 133 novos casos, oito em crianças menores de 15 anos. “Ji-Paraná é um dos municípios prioritários para o Ministério da Saúde”, afirma. 

Anteriormente chamada de lepra, a hanseníase, é uma doença infecciosa, transmitida pelas vias respiratórias, pelo contato direto e prolongado com uma pessoa doente, que não recebeu tratamento. Os principais sinais da enfermidade são manchas claras esbranquiçadas ou com bordas avermelhadas na pele. Geralmente, a vítima perde a sensibilidade na região afetada.

O encontro será realizado ainda em Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena.

Fonte: Juliana Coelho - Unimed Ji-Paraná

Mais Sobre Municípios

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Com o propósito de fazer o cadastro de jovens aprendizes para encaminhá-los ao primeiro emprego por meio da Intermediação de Mão de Obra (IMO), equipe

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

O presidente Alex Redano (Republicanos) confirmou a destinação de R$ 800 mil em recursos para Buritis, assegurados através de seu mandato junto ao G

População se revolta e coloca fogo em ponte de madeira de União Bandeirantes

População se revolta e coloca fogo em ponte de madeira de União Bandeirantes

Uma ponte de madeira que permitia a travessia no distrito de União Bandeirantes o rio, foi parcialmente reduzida a cinzas, na madrugada desta segund

Presidente Alex Redano prestigia assinatura do Tchau Poeira em Cacoal

Presidente Alex Redano prestigia assinatura do Tchau Poeira em Cacoal

Na tarde desta quinta-feira (09), o presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), acompanhou em Cacoal o lançamento do projeto Tch