Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Encontro discute hanseníase em Ji-Paraná



Hanseníase se alastra por todas as regiões do país, mas taxas de contaminação são ainda mais alarmantes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em Ji-Paraná, só em 2007, foram 133 novos casos, oito em crianças menores de 15 anos.

Profissionais da saúde da região Central de Rondônia se reuniram hoje (9) no auditório da Unimed Ji-Paraná para discutir questões relacionadas ao tratamento da hanseníase. O encontro, promovido pela Coordenação Estadual de Controle à Hanseníase, com apoio da Unimed Ji-Paraná, tem o objetivo de discutir problemas clínicos e tirar dúvidas de médicos, enfermeiros e servidores que trabalham na ponta, diretamente com os pacientes.

Três palestrantes, que são referência no tratamento da doença em Rondônia e no Pará, ministraram palestras durante todo o dia e ouviram atentamente as questões colocadas pelos participantes.

Nos últimos cinco anos, o Brasil vem mantendo uma média de 47 mil novos casos de hanseníase a cada ano. De acordo com o Ministério da Saúde, os índices são ainda mais preocupantes nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A doença ainda é um problema de saúde pública no Estado, pois apresenta altas taxas de incidência.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, Carmelita Ribeiro de Oliveira, Ji-Paraná é o segundo município em números de casos no Estado. Em 2007, foram 133 novos casos, oito em crianças menores de 15 anos. “Ji-Paraná é um dos municípios prioritários para o Ministério da Saúde”, afirma. 

Anteriormente chamada de lepra, a hanseníase, é uma doença infecciosa, transmitida pelas vias respiratórias, pelo contato direto e prolongado com uma pessoa doente, que não recebeu tratamento. Os principais sinais da enfermidade são manchas claras esbranquiçadas ou com bordas avermelhadas na pele. Geralmente, a vítima perde a sensibilidade na região afetada.

O encontro será realizado ainda em Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena.

Fonte: Juliana Coelho - Unimed Ji-Paraná

Mais Sobre Municípios

Farmácia municipal irá funcionar nos finais de semana em Ariquemes

Farmácia municipal irá funcionar nos finais de semana em Ariquemes

A prefeitura do município de Ariquemes anunciou que a farmácia popular, atenderá a população também nos finais de semana, a partir do último sábado,

Cacoal: indenização para servidores da saúde que atuam no hospital de campanha foi aprovada

Cacoal: indenização para servidores da saúde que atuam no hospital de campanha foi aprovada

Durante a primeira sessão extraordinária, realizada na manhã desta segunda-feira (25), na Câmara de vereadores de Cacoal, todos os doze vereadores (

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

Prefeitura de Porto Velho avisa que etapa de orientações Já passou e agora haverá notificações

A primeira operação realizada após a publicação do decreto 25.728, com o propósito de orientar e educar os comerciantes sobre os riscos de aglomeraç

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

Prefeitura de Ariquemes suspende aumento de tarifas do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário

A Prefeitura de Ariquemes, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), editou nesta segunda-feira (18), o decreto Nº17.133/21, que visa suspe