Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Dinheiro proveniente de condenação por crimes ambientais vai para Fundo Municipal


  
Justiça determina que dinheiro proveniente de condenação por crimes ambientais seja depositado em Fundo Municipal Ambiental

A juíza Duília Sgrott Reis, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Ariquemes, firma parceria com a prefeitura e determina, através de suas decisões judiciais, que verbas provenientes de transações penais e condenações criminais, por infração ambiental, sejam depositadas no Fundo Municipal Ambiental de Ariquemes, visando a melhoria do meio ambiente urbano.

A prestação de contas dos recursos financeiros utilizados para revitalização da cidade, em ambientes públicos, é feita pela Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Ambiental de Ariquemes através de relatório dirigido à juíza Duília. O Fundo Municipal foi criado em 24 de julho de 2007 através da Lei Municipal nº 1322.

O objetivo da medida judicial é proporcionar um ambiente mais saudável e melhorar a qualidade de vida da população e criar mais um meio de investimento na pavimentação de estradas, revitalização de praças, saneamento básico, construção de casas populares, entre outros, cuja finalidade principal.

Segundo a juíza, por enquanto, apenas Ariquemes tem o Fundo Municipal, mas está incentivando as demais prefeituras, que estão sob a jurisdição da Comarca de Ariquemes, a criá-lo. "O dinheiro depositado no Fundo está sendo investido só no ambiente urbano. Agora a idéia é também utilizá-lo para construção de casas populares".

A juíza Duília disse que, ultimamente, foram encontradas pela Polícia Federal e Ibama, muitas madeiras abandonadas em estradas vicinais. De acordo com a magistrada, na maioria dos casos de crimes ambientais não é possível detectar de onde a madeira foi extraída ilegalmente. "A madeira será leiloada e o dinheiro arrecadado será revertido para o Fundo".

Os valores depositados no Fundo variam de acordo com o valor das transações penais, de um salário mínimo até valores mais elevados que giram em torno de R$ 10.000,00.

Fonte: Ascom - TJ RO

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce