Porto Velho (RO) quarta-feira, 27 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Cremero fiscaliza hospitais e ouve médicos de Cacoal



Com o intuito de aproximar o Conselho Regional de Medicina dos profissionais de saúde do interior, a diretoria do Cremero realizou na última sexta, 20, no auditório do Hospital Regional de Cacoal, uma reunião com todas as representações médicas da cidade de Cacoal. Na ocasião, além de conhecer a nova executiva do conselho, os médicos do município elegeram os representantes do Cremero para a região. A diretoria aproveitou o ensejo para visitar as unidades públicas de saúde do município, Unidade Mista, Hospital Materno-Infantil (antigo Sespe), Hospital Regional e o São Daniel Comboni. Cremero fiscaliza hospitais e ouve médicos de Cacoal - Gente de Opinião

Durante audiência com o prefeito Franco Vialetto e com o secretário municipal de saúde, Antonio Masioli, a diretoria do Cremero solicitou a criação do Plano de Cargos e Salários do município que é um dos que tem baixa remuneração com vencimento base próximo ao salário mínimo, o que dificulta a permanência dos médicos para a composição das escalas mínimas exigidas para os plantões de permanência para a manutenção dos serviços. O diretor-tesoureiro do CFM, médico rondoniense Hiran Gallo, afirma que a vinda do Cremero e de parte do Conselho Federal de Medicina a Cacoal dará maior enfoque a questão da saúde e melhoria salarial para os profissionais de medicina. “Vamos percorrer as instituições públicas de saúde dos municípios para entender melhor o processo da saúde em Rondônia e contribuir com sugestões pontuais para cada caso”.

De acordo com a presidente do Cremero, médica Maria do Carmo Wanssa, em sua gestão, o Conselho vai interagir cada vez mais com os médicos do interior do Estado. A educação médica continuada, melhoria nas condições de trabalho, melhoria salarial, enfim, enfoques apresentados pelos profissionais serão bandeiras levantadas pelo Conselho Regional de Medicina junto aos órgãos competentes. “Pretendemos, nesta nova gestão, trazermos os acadêmicos de medicina para sua futura casa, o Cremero” frisou a presidente.

Inspeção

Os representantes do Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero), atendendo denúncias feitas por médicos que reclamaram da falta de infra-estrutura e das péssimas condições de trabalho realizaram inspeção na Unidade Mista de Cacoal e no Hospital Materno-Infantil e constataram a falta de itens essenciais e obrigatórios para o atendimento dos pacientes, além de falta de médicos para composição das escalas e sobrecarga de trabalho dos médicos. Os conselheiros puderam ver de perto o funcionamento e as dificuldades dos serviços de saúde públicos de Cacoal, que é um pólo regional de saúde pactuado com 06 municípios e conversaram com médicos sobre os problemas encontrados em cada unidade.

Fonte: Cremero

 

Mais Sobre Municípios

Professores de Rolim de Moura são homenageados com Moção de Honra e Reconhecimento

Professores de Rolim de Moura são homenageados com Moção de Honra e Reconhecimento

Na manhã de segunda-feira (25), a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) em parceria com a Câmara de Vereadores em nome da Prefeitura de

Prefeitura e Saae participam da 3ª Semana das Engenharias na Fimca de Vilhena

Prefeitura e Saae participam da 3ª Semana das Engenharias na Fimca de Vilhena

Nesta segunda-feira o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês, e o diretor geral do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (Saae), Faiçal Akkari, particip

Obras de saneamento recebe visita técnica do Conselho Municipal de Saneamento Básico de Ariquemes

Obras de saneamento recebe visita técnica do Conselho Municipal de Saneamento Básico de Ariquemes

Na tarde da última quinta-feira (22.10), representantes do Conselho Municipal de Saneamento Básico de Ariquemes, realizaram uma visita técnica às ob

Vilhena cresce mais que Estado e Brasil em 2020 e 2021 gerando empregos e abrindo empresas

Vilhena cresce mais que Estado e Brasil em 2020 e 2021 gerando empregos e abrindo empresas

O bom momento econômico de Vilhena fica evidente com relatórios emitidos pelo Ministério do Trabalho (MTE) e pela Secretaria Municipal de Fazenda (S