Porto Velho (RO) sábado, 23 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Creche forma contadores de história



Curso mostrou os segredos e técnicas para prender a atenção dos pequenos nas histórias infantis 

Professores e estagiários da creche municipal Benta Idavina Pepineli Peres, antiga Menino Jesus, participaram  de uma capacitação para aprenderem a melhorar o desempenho em sala de aula. O projeto “socialização de contadores de história”, como o nome diz, repassou dicas de como esses profissionais podem contar contos infantis com mais entusiasmo. As técnicas repassadas foram aprendidas em um curso ministrado com apoio da UNIR.

De acordo com a diretora da creche, Senilda Chagas, o encontro para formação de contadores de história surgiu depois que duas professoras da instituição passaram por uma outra capacitação oferecida pela Universidade Federal de Rondônia. Sandra Daniele e Sílvia Diniz se transformaram em multiplicadoras do que aprenderam, agora para um grupo de 56 profissionais e estagiários da educação infantil.

“Foi uma maneira de melhorarmos o atendimento dado aos alunos aqui da creche. Tanto a Sandra, quando a Sílvia, são excelentes profissionais e se propuseram a repassar um pouco do que aprenderam com os técnicos da UNIR. A partir de agora, as histórias, os contos contados em sala de aula vão ganhar mais vida, um pouco mais de artes cênicas, algo que prenda realmente a atenção dessas crianças e que as ensine os valores da vida”, lembrou.

A idéia é que as professoras e estagiárias adotem as novas práticas de contar histórias a partir agora. Técnicas simples como uma voz mais entoada, ou músicas para dar a sonoridade real de uma floresta estão entre as novidades que vão fazer parte do universo da creche. “É uma forma de mostrarmos um pouco de realidade aos nossos alunos. Usamos muito o lúdico, em linguagem atrativa e principalmente coerente com a idade de cada um”, disse a professora Sandra.

A creche Benta Beres atende hoje cerca de 230 crianças dos oito meses até os três anos de idade. Mais de 50 pessoas trabalham diariamente com turmas que funcionam em tempo integral em três prédios. Mães que precisam trabalhar deixam seus filhos na instituição mantida pelo município, das 07h30 até as 17h. Durante o período em que ficam fora de casa, eles recebem cinco refeições, dormem, brincam e têm atividades extras, como passeios.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho encerra nesta sexta-feira (22), às 13h, uma ação de regularização dos imóveis localizados nos bairros Calama e Paraíso. O

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, participou na quinta-feira (21) da 300ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CAS) da Superintendê

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar