Porto Velho (RO) sábado, 18 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Contratos garantem água tratada para Ji-Paraná e Jaru


O governador Ivo Cassol assinou na tarde desta quarta-feira o contrato que assegura água tratada para os municípios de Ariquemes, Jaru e Ji-Paraná. Os recursos são oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, com contrapartida já assegurada do Governo do Estado. A assinatura aconteceu no auditório da agência Madeira-Mamoré da Caixa Econômica Federal, em Porto Velho, com a presença da presidente da Caerd, Rosinete Gomes; Carlos Aparecido, representando o superintendente da Caixa, Rossini Ewerton, os prefeitos de Ji-Paraná, José Bianco, e de Jaru, Ulisses Borges, o secretário de Planejamento e Coordenação Geral (Seplan) e coordenador do PAC em Rondônia, João Carlos Ribeiro, entre outras autoridades.

Os recursos do PAC irão possibilitar a universalização de água tratada. Para Ariquemes serão destinados R$ 8.688.674,61 com uma contrapartida do governo do Estado de Rondônia de R$ 976.303,18. Para o município de Jaru, o governo federal disponibilizou R$ 5.953.857,93 e o governo do estado entra com R$ 669.054,93. Ji-Paraná terá R$ 8.282.714,68 e a contrapartida do governo de Rondônia será de R$ 930.694 ,83.

O empreendimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, orçado em aproximadamente R$ 400 milhões com contrapartida do Governo do Estado de mais de R$ 123 milhões, irá garantir o acesso da população da capital a 100% de água tratada e a coleta e tratamento de esgoto. A reunião marca a penúltima etapa do contrato de recursos do PAC, assinado pelo governador Ivo Cassol no início deste mês. No próximo dia 26, os técnicos da Caixa entregam ao secretário de Planejamento, João Carlos Ribeiro – gestor dos recursos do PAC no Estado, a análise final da aplicação do projeto técnico. A CEF é responsável pela liberação dos recursos do PAC para o processo de licitação das obras.

Para levar água tratada a todas as regiões de Porto Velho, serão investidos R$ 63.305.000 do Governo Federal e mais R$ 10.995.000 do Governo do Estado. O projeto básico de esgotamento sanitário está orçado em R$ 4.250.000 do Governo Federal e mais R$ 750.000 do Estado. Para a execução das obras de coleta e tratamento de esgoto, serão aproximadamente R$ 30 milhões de contrapartida do Estado, mais financiamento, pago pelo governo, em valor superior a R$ 111 milhões. Esse montante será somado a aproximadamente R$ 200 milhões do Governo Federal.

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Inscrições em conferência sobre urbanização e envelhecimento saudável seguem abertas até sábado

Inscrições em conferência sobre urbanização e envelhecimento saudável seguem abertas até sábado

A Conferência Livre PVH50+, promovida por iniciativa do Centro de Estudos e Pesquisas de Direito e Justiça, selecionada pelo Ministério do Desenvolvi

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Com o propósito de fazer o cadastro de jovens aprendizes para encaminhá-los ao primeiro emprego por meio da Intermediação de Mão de Obra (IMO), equipe

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

O presidente Alex Redano (Republicanos) confirmou a destinação de R$ 800 mil em recursos para Buritis, assegurados através de seu mandato junto ao G

População se revolta e coloca fogo em ponte de madeira de União Bandeirantes

População se revolta e coloca fogo em ponte de madeira de União Bandeirantes

Uma ponte de madeira que permitia a travessia no distrito de União Bandeirantes o rio, foi parcialmente reduzida a cinzas, na madrugada desta segund