Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Confúcio lança pedra fundamental do Hospital de GM


A obra terá a finalidade de organizar e ampliar a oferta dos serviços hospitalares de média e alta complexidade, além de intermediar o atendimento entre as unidades básicas de saúde, da família, e a rede de urgência e emergência aos usuários da região. Com a unidade pronta, 85% das doenças poderão ser tratadas no próprio município, evitando o deslocamento dos pacientes para a Capital, evitando um percurso de 333 km de distância que pode ser decisivo entre a vida e a morte.

Confúcio Moura destacou o empenho do Governo da Cooperação em dar uma resposta rápida e definitiva aos problemas da saúde pública. “Muito já foi feito pela saúde no Estado, a começar por Porto Velho, agora chegou a vez de Guajará-Mirim, município de grandes homens que apostam no desenvolvimento da região.

Ainda de Acordo com o governador, o Hospital de Guajará-Mirim é um clamor e uma promessa que se torna realidade. “O esforço é grande, mas nos estamos realizando o que prometemos a este povo que tem no coração momentos inesquecíveis desse lugar”.
 

PEDRA FUNDAMENTAL

Para marcar o início da construção da obra do Hospital de Guajará-Mirim, o governador, acompanhado do presidente da Assembléia Legislativa, Hermínio Coelho, depositou dentre de uma caixa materiais clínicos que, em seguida, foi guardada dentro da pedra fundamental.
 

INVESTIMENTO

A obra do Hospital Regional recebeu investimento de R$ 12 milhões e, apesar de competência do Estado na construção, será gerida pelo município de Guajará-Mirim, observando ao prazo de entrega para março de 2014. Além da assinatura da ordem, Confúcio Moura informou aos presentes de que está sendo construído, em Belém do Pará, um barco hospital destinado ao atendimento da população ribeirinha do Vale do Mamoré/Guaporé.
 

O POVO PRECISA, O GOVERNO FAZ

Agradecimento, esse foi o sentimento do prefeito de Guajará-Mirim, Dúlcio Mendes. “ Temos um Hospital Regional que foi forçado pela demanda a prestar todos os tipos de atendimentos ao público, mas que nem chega perto das nossas necessidades. Acredito que agora, com esse hospital, nossa realidade vai mudar, porque a população de Guajará-Mirim precisa e muito”, enfatiza

A aérea onde será construída o Hospital de Guajará-Mirim fica no bairro Santa Luzia e mede aproximadamente 6 mil mt². Deste total, serão aproveitados 4 mil mt² onde será erguida a unidade que contará com 82 leitos, distribuídos em enfermaria adulto, opcional, isolamento, enfermaria lactentes; enfermaria pediátrica; alojamento; observação pediátrica; recuperação pós-anestésica e emergencial. A construção também terá uma usina de tratamento de esgoto e uma subestação de energia elétrica. “Esse investimento faz parte de um grandioso trabalho do governo em busca de melhorar a saúde pública do Estado”, destaca o secretário de Estado da Saúde, (Sesau), Williames Pimentel.
 

COOPERAÇÃO

Na oportunidade, o governador passou ao prefeito de Guajará o titulo definitivo do terreno onde o Hospital será construído. A solenidade também marcou o compromisso e a união do presidente da Assembleia Legislativa, Hermínio Coelho, e de seus parlamentares com o Governo da Cooperação. Em sua fala, o presidente da Assembléia destacou que para o bem da população, não se pode levar em conta siglas partidárias, que todos devem estar unidos em prol da melhoria de todos, principalmente em regiões tão necessitadas como Guajará-Mirim.
 

GOVERNO PERTO DE VOCÊ

Para finalizar, Confúcio Moura lembrou a população de que no dia 5 abril estará passando uma semana em Guajará-Mirim quando acontece o programa Governo Perto de Você, uma ação mutua com a recuperação de prédios do pode público, atividades sociais, dentre outros serviços.

Fonte: Emerson Barbosa
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento