Porto Velho (RO) sábado, 23 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Comunidades Quilombolas aprovam Projeto Raízes



O secretário adjunto da Educação, Pascoal de Aguiar, recebeu nesta terça-feira (27), na sede da Seduc em Porto Velho, uma comitiva da Representação de Ensino (REN) de São Francisco do Guaporé. O grupo, formado por Jairo Cardoso de Lima, representante de ensino; Roseli Poiane, gerente administrativa; João Carlos Teodoro, Setor de prestação de contas; e Maria Aristida de Paiva, diretora do Centro Estadual de Educação de Jovens e adultos (CEEJA), veio relatar o sucesso alcançado pelo Projeto Raízes, que tem por objetivo aperfeiçoar a qualidade de ensino e promover uma educação diferenciada para os quilombolas.

A parceria do Estado, por meio da Seduc, segundo Pascoal de Aguiar, com a prefeitura de São Francisco do Guaporé, para o ensino das Comunidades Quilombolas Santo Antônio e Pedras Negras já está produzindo ótimos resultados. O Estado participa com o corpo docente, enquanto a prefeitura fica responsável pelo transporte. Uma vez por mês a Seduc disponibiliza uma professora para ir até as comunidades, permanecendo lá até 10 ou 12 dias, caso seja necessário. Durante a estada na comunidade, o professor usa o tempo para aplicar as provas e sanar todas as dúvidas. 

O longo roteiro começa com viagem de carro (110 km) de São Francisco até Costa Marques. A partir desta cidade o transporte passa a ser de barco. O embarque é às 17h30, chegando a Santo Antônio por volta das 8h do dia seguinte. Após a aplicação das provas durante todo o dia, o professor enfrenta mais uma noite de viagem para chegar a Pedras Negras, quando todo o trabalho do dia anterior é reiniciado.

O curso é modular, na modalidade à distância. Há disciplinas que são compostas por 10 ou 12 módulos, outras por cinco. Português e matemática são as disciplinas que contem mais módulos. Para concluir o curso da 5ª a 8ª série, o aluno precisa prestar 168 provas. Nos períodos em que as comunidades ficam sem professor, os alunos estudam utilizando apostilas, em preparação para as avaliações. “O projeto atende 27 estudantes – cinco de Santo Antônio e 22 da Comunidade Pedras Negras. Um dos alunos é do ensino médio”, finaliza a diretora do CEEJA.

Fonte: Decom

Mais Sobre Municípios

Vilhena cresce mais que Estado e Brasil em 2020 e 2021 gerando empregos e abrindo empresas

Vilhena cresce mais que Estado e Brasil em 2020 e 2021 gerando empregos e abrindo empresas

O bom momento econômico de Vilhena fica evidente com relatórios emitidos pelo Ministério do Trabalho (MTE) e pela Secretaria Municipal de Fazenda (S

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho encerra nesta sexta-feira (22), às 13h, uma ação de regularização dos imóveis localizados nos bairros Calama e Paraíso. O

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, participou na quinta-feira (21) da 300ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CAS) da Superintendê

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi