Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Chuvas em fevereiro ficaram acima da média em grande parte de Rondônia



Daniel Panobianco – As chuvas em fevereiro não deram trégua em Rondônia. Em média, foram 350 milímetros acumulados nos 28 dias do mês. Cidades como Porto Velho, Ariquemes, Cacoal e Ji-Paraná, registraram índices volumosos em precipitação, sendo os maiores volumes verificados em Porto Velho.

Na capital, os reflexos de tanta chuva podem ser vistos nas ruas e avenidas da cidade, que acumulam buracos e pontos de atoleiro em pleno eixo urbano, sem contar na zona rural. A estação meteorológica automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou em fevereiro, 395,6 mm, sendo que a média para o mês é de 307,2 mm. Março ainda é o mês mais chuvoso na capital, com média mensal de 323,9 mm.

Já em Ariquemes, outra estação do INMET registrou bons volumes de chuva. No total foram acumulados 352,0 mm. A média mensal de chuvas em Ariquemes durante o mês de fevereiro é de 309,4 mm. O mês de março, climatologicamente, é o mês mais chuvoso na região, com índice pluviométrico de 313,8 mm.

Já na região central de Rondônia a chuva foi impiedosa. Foram registrados 355,6 mm em uma estação particular e na PCD (Plataforma de Coleta de Dados), sob responsabilidade da SEDAM (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental) instalada em uma faculdade particular da cidade. A média de chuvas durante o mês de fevereiro em Ji-Paraná é de 317,5 mm, sendo que o mês mais chuvoso, segundo a climatologia, é janeiro, com 327,5 mm.

Em Cacoal, outro ponto de coleta de dados do INMET acusou para 359,8 mm em fevereiro. A média de chuvas na região é de 320,1 mm, sendo janeiro, tradicionalmente, o mês mais chuvoso, com 333,2 mm. O destaque para Cacoal fica com o volume elevado de chuva acumulado em 24 horas registrado no dia 9 de fevereiro, com 121,0 mm. Durante esta tempestade, grande parte da cidade foi castigada pelas enchentes.

No Cone Sul, a chuva ficou abaixo da média. Em Vilhena, a estação automática do INMET registrou 248,2 mm, contra 303,9 mm esperados para fevereiro. Em Vilhena, normalmente o mês mais chuvoso é janeiro, com climatologia de 334,3 mm.

Na fronteira oeste também choveu abaixo da média. O volume registrado na estação da REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica) em Guajará-Mirim foi de 280,8 mm. A média de chuvas em Guajará durante o mês de fevereiro é de 299,0 mm, sendo este, o mês mais chuvoso na região.

Os dados de climatologia são do INMET, que obedece a um prazo mínimo de 30 anos para validar o clima de uma determinada região. A atual climatologia consistente em dados observados entre 1960 e 1991.

Dados: INMET – REDEMET – SEDAM
Fonte: De olho no tempo

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce