Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Centro de Pesquisa e Museu de Presidente Medici-RO, recebe apoio do IPHAN



Centro de Pesquisa e Museu Regional de Arqueologia de Rondônia, em Presidente Médici, recebe melhorias com apoio do IPHAN

O Centro de Pesquisa e Museu Regional de Arqueologia de Rondônia - Cpmraro, resultado da parceria entre IPHAN e Prefeitura de Presidente Médici, está recebendo diversas melhorias em sua estrutura, Centro de Pesquisa e Museu de Presidente Medici-RO, recebe apoio do IPHAN - Gente de Opiniãopara permitir que a comunidade usufrua das suas dependências e os seus técnicos possam realizar o trabalho de proteção ao Patrimônio Arqueológico da região de forma mais efetiva.

O Centro foi criado visando fomentar a preservação do Patrimônio Cultural da região centro-leste de Rondônia, que demonstra possuir um altíssimo potencial arqueológico. Porém, a parceria não findou apenas na sua criação. O IPHAN, como órgão fiscalizador e gestor do Patrimônio Cultural do Brasil, destinou algumas medidas compensatórias para beneficiar o Centro de Pesquisa e Museu Regional de Arqueologia de Rondônia, como foi o caso da Linha de Transmissão 230 KV Jauru (MT) – Vilhena (RO) cujo empreendimento, que ocasionou impacto aos sítios arqueológicos da região, teve como local indicado para guarda do material arqueológico o CPMRARO numa iniciativa do IPHAN/RO em viabilizar a permanência do material o mais próximo possível do seu local de origem.

A empresa Jauru Transmissora de Energia S.A. se dispôs a realizar as indicações contidas no Projeto Museológico e Museográfico criado exclusivamente para beneficiar o Centro. O projeto, que contempla a guarda do material; realização de oficinas de capacitação; exposição itinerante e a criação de material educativo sobre a exposição, também prevê a aquisição de materiais permanentes como GPS, máquinas fotográficas digitais, termo-higrômetros, computador e impressora e adequações estruturais no edifício do referido Museu com a reconstrução dos banheiros e a instalação de climatização adequada com o fechamento do jardim interno com vidros.

Para o Superintendente do IPHAN em Rondônia, Beto Bertagna, "através das medidas compensatórias, o IPHAN visa mitigar os prejuízos que a União terá quanto ao seu Patrimônio Arqueológico, viabilizando os investimentos na área cultural, dando suporte ao acervo do material resgatado no empreendimento, assim como outros objetos que virão e farão uso das dependências do Centro." Segundo Bertagna, " a Constituição de 1988 indica que, tanto os direitos culturais, bem como o acesso às fontes culturais, são direitos fundamentais que devem ser garantidos pelo Estado. Assim, no âmbito dos recursos que o IPHAN utiliza para a proteção do Patrimônio Cultural brasileiro, encontra-se o de Medidas Compensatórias. E no caso de Pres. Médici tivemos também a atuação decisiva do prefeito José Ribeiro, que sempre se empenhou na viabilização do projeto."

As melhorias no Centro de Pesquisa e Museu Regional de Arqueologia de Rondônia, em Presidente Médici, afetarão positivamente, não apenas os bens arqueológicos, mas também a própria comunidade que usufrui das dependências e fazem jus ao Patrimônio Cultural da União.


Fonte:  Ascom/IPHAN

 

Mais Sobre Municípios

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) flagrou o que pode ser um polêmico caso de desperdício de dinheiro público pela Prefeitura de Porto Velho: