Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Candeias: Sindicato de professores pede apoio a Câmara


Trabalhadores em Educação de Candeias do Jamari (Sitemucaj) para tratar sobre a contratação emergencial de 40 professores que a prefeitura pretende fazer por meio de processo seletivo.

Na ocasião a direção da entidade pediu para que os vereadores intercedam junto ao prefeito Dinho Souza (PV), para garantir que os contratos sejam feitos oportunizando os professores do município que já atuam em sala de aula.

A solicitação foi feita ao presidente da Casa, vereador Neilton Santos (PV), e aos vereadores membros da Comissão de Educação da Câmara, Lúcio Leonardo, “Dr. Lúcio” (PC do B) e Antônio Brito, o “Brito da Bicicletaria” (PV).

Agradecendo a confiança dos sindicalista em solicitar o apoio da Camara para mediar a questão, o presidente Neilton Santos, lembrou que é proposta da nova Mesa Diretora Casa abrir as portas para as entidades sociais e de classes que lutam pelo bem comum da população.

“Vamos acompanhar de perto essa questão, pois a nossa preocupação é que esse empasse seja resolvido o mais rápido possível, até por que inicio do ano letivo se aproxima, e o quanto antes essa questão for resolvida melhor será para todos, principalmente para os alunos”, disse o presidente.

Jean Dourado, presidente do Sintemucaj, explicou que o déficit no município gira hoje em torno 50 professores. E o concurso publico realizado ano passado pela prefeitura não conseguiu suprir as vagas ofertadas. Das 50 vagas apenas 10 foram preenchidas, o que levou o município optar pela contratação emergencial suprir a deficiência.

Ele adiantou que chegou ao conhecimento do Sindicato que a contratação será em regime de quarenta horas, o que prejudicaria os professores concursados do município, que não terão, com essa condição, de concorrer as vagas.

“Nossa proposta é que o regime seja de vinte e cinco horas para possibilitar que os professores que já lecionam, possam pleitear uma vaga valorizando com isso, os professores que já atuam no município”, informou o presidente do Sitemucaj.

Doriedison Calvalcante, diretor do sindicato, afirmou que espera que qualquer decisão que a prefeitura venha tomar, saia a partir de uma discussão com os trabalhadores em educação. Contudo, o sindicalista lembrou aos vereadores que essa nova diretoria do sindicato mantém aberto um canal de dialogo com o Executivo municipal, e pediu a intervenção dos vereadores para que a prefeitura leve em consideração a proposta do sindicato.

De comum acordo, os três vereadores presentes à reunião, propuseram a enviar um oficio à prefeitura solicitando mais informações a cerca do assunto. E, se for caso, o Legislativo atuar como mediador na negociação com a prefeitura.

Fonte: Joel Elias e Shyley Saissem
 

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam