Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Cadeia leiteira e agroindústrias terão R$ 440 milhões


 
Dois termos de cooperação financeira no valor global de R$ 440 milhões foram assinados pelo governador Confúcio Moura, na manhã desta sexta-feira (15), no parque de exposição de Ji-Paraná. Os recursos financiarão atividades de fortalecimento da cadeia produtiva do leite e implantação de um programa de agroindustrização, além de outras atividades, como a recuperação de pastagens. A produção de leite em Rondônia é considerada muito baixa, onde apresenta uma média de três litros por vaca. Já as pastagens, que antes suportavam três bovinos por hectare, em função do desgaste hoje suportam apenas um, ou menos ainda.

O governador teve uma manhã corrida. Logo às 7h30, logo depois de desembarcar na cidade, concedeu entrevista á Radio Alvorada, onde falou, sobretudo, dos investimentos no campo. O governador disse que quer “segurar a gente do campo no campo, mas em condições de ter uma vida digna”.

Logo depois o governador seguiu para o parque de exposições, onde concedeu entrevista coletiva ao lado do senador Acir Gurgacz, que ocupa a função de presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, do Senado; do vice-presidente de Agronegócios do banco do Brasil, o ex-senador paranaense, Osmar Dias; do superintendente regional do Banco da Amazônia, Wilson Evaristo; do prefeito José Bianco e do secretário estadual da Agricultura, Anselmo de Jesus, entre outros secretários estaduais.

Após a coletiva, a comitiva seguiu para um salão onde foi realizada a cerimônia de lançamento dos programas e assinatura dos convênios. Osmar Dias elogiou a determinação do governador Confúcio Moura e lembrou que em seu estado, no Paraná, quase cem por cento das famílias rurais se mantêm da pecuária leiteira, “com ótimos resultados”.

O termo de cooperação com o Bando do Brasil foi dividido em dois convênios. Um, no valor de R$ 100 milhões, destinado ao melhoramento da produção leiteira, por meio da aquisição de matrizes e equipamentos e outro, no valo de R$ 200 milhões, para financiar a implantação de agroindústrias familiares, associativistas e cooperativistas.

De acordo com Osmar Das, ao assumir a vice-presidência de Agronegócio do banco, os financiamentos para atividades agroindustriais aproveitavam apenas 1% dos recursos. Ele disse que está mudando esta realidade e está empenhado em ajudar os projetos de Rondôni. Segundo ele, o crédito disponibilizado para Rondônia neste ano, é 24% maior que no ano passado. “Rondônia tem o segundo maior teto de financiamento da região Norte. Estou torcendo para que seja o primeiro”, disse.

Já Wilson Evaristo, do Basa, disse que o banco vai disponibilizar R$ 140 milhões, sendo R$ 100 milhões para o fortalecimento da cadeia produtiva do leite e R$ 40 milhões para o fomento de agroindústrias.
 

BNDES

Num discurso afirmativo, no qual destacou as potencialidades naturais do Estado, o governador falou ainda da possibilidade de contrair empréstimos junto ao BNDES. Ele foi informado pelo presidente do banco, Luciano Coutinho, de que a presidente Dilma Roussef recomendou-lhe “atenção especial” aos governadores de Rondônia e do Pará.

Depois da Expojipa, a comitiva seguiu ainda para a sede da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná, onde participou de reunião com empresários, sobre oportunidades de investimentos no agronegócio.

Fonte: Valbran Jr.
 

Mais Sobre Municípios

Prefeita de Ariquemes visita produtor de silagem de milho e criador de gado leiteiro

Prefeita de Ariquemes visita produtor de silagem de milho e criador de gado leiteiro

Na oportunidade o Secretário de Agricultura Indústria e Comércio (SEMAIC), Antônio Marcos, acompanhou a prefeita Carla Redano, que visitaram a proprie

Hospital de Campanha da Prefeitura de Vilhena vai oferecer mais 20 leitos para covid-19 nos próximos dias

Hospital de Campanha da Prefeitura de Vilhena vai oferecer mais 20 leitos para covid-19 nos próximos dias

A Prefeitura de Vilhena está habilitando um Hospital de Campanha para atender os pacientes que necessitem de atendimento e tenham sintomas de covid-

Prefeitura de Porto Velho volta a fechar Parque da Cidade para evitar aglomerações

Prefeitura de Porto Velho volta a fechar Parque da Cidade para evitar aglomerações

Em decorrência do período de calamidade pública e o aumento de mortes causadas pela Covid-19, a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Empresa de Dese

IPTU E TRSD - Prefeitura de Porto Velho informa que serviços podem ser feitos de forma virtual

IPTU E TRSD - Prefeitura de Porto Velho informa que serviços podem ser feitos de forma virtual

Atenta a elevação no número de infectados pela Covid 19, a Prefeitura de Porto Velho por intermédio da Secretaria Municipal de Fazenda, informa aos co