Porto Velho (RO) sábado, 21 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Municípios

Bumbódromo de Guajará em discursão


Sílvio Santos

Na última quinta feira a sociedade de Guajará Mirim  município de que fica a 360 Km da capital do estado de Rondônia, se reuniu em audiência pública solicitada pela direção da ONG Cidadania Ativa no plenário da Câmara de Vereadores de Guajará Mirim com o Secretário da Secel Antônio Ocampo Fernandes. A sociedade guajaramirense se fez representar pelos dirigentes do Bois-Bumbás Flor do Campo e Malhadinho; dirigentes da Associação Comercial; representante do Prefeito, 8 dos nove Vereadores, Presidente da Fundação Cultural e Turística – Funcetur, Doutores da UNIR e pessoas interessadas, além da imprensa.

A audiência iniciou com a presidente da Associação Cidadania Ativa senhora Délia convocando o Secretário Ocampo  para explicar da tribuna o porque até a presente data a construção do Bumbódromo não foi iniciada. Após aproximadamente uma hora de explanação do secretário, a palavra foi franqueada aos presentes tendo o Doutor Professor Celso Ferrer  esclarecido toda a tramitação do processo via UNIR uma vez que em 2003 ano em que o processo começou a ser discutido era o Diretor do Campus da UNIR em Guajará Mirim.

Após várias discussões, inclusive com os vereadores esclarecendo ao Secretário Ocampo que até aquela data o governo estadual não havia comunicado à Câmara a intenção de construir o Bumbódromo na Pérola do Mamoré, fato que também foi lembrado pelo representante do prefeitura durante sua fala.

O Ocampo explicou que a obra só ainda não foi iniciada, porque  a UNIR não liberou a área e sendo assim sugeria que a construção fosse feita na área onde está o Estádio de Futebol João Saldanha. "Acontece que aquela área segundo fui informado, é alagadiça e necessita de centenas de carradas de aterro para poder receber as fundações da construção do Bumbódromo". Diante do impasse a Cidade Ativa resolveu em comum acordo com os presentes a formar uma comissão com representantes dos Bois, da própria ONG, da prefeitura e dos Vereadores para discutirem junto ao governo estadual e órgãos afins o inicio da construção. "temos apenas setenta dias para sanar todos esses problemas, sob pena de devolver os recursos alocados", lembrou Antônio Ocampo.

Mais Sobre Municípios

MP emite recomendação para garantia de acessibilidade ao Parque da Expoari

MP emite recomendação para garantia de acessibilidade ao Parque da Expoari

O Ministério Público de Rondônia emitiu, nesta terça-feira 20 de julho, notificação recomendatória à direção da Associação dos Pecuaristas de Ariqueme

MP inspeciona unidades de acolhimento de Machadinho do Oeste e Vale do Anari

MP inspeciona unidades de acolhimento de Machadinho do Oeste e Vale do Anari

O Ministério Público de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOP-Infância), realizou, na última quarta-feira (1

Projeto de desenvolvimento regional é lançado no Vale do Jamari

Projeto de desenvolvimento regional é lançado no Vale do Jamari

Objetivo de projeto incentivado pelo Sebrae é desenvolver características de liderança em empreendedores de uma das regiões mais importantes de Rondôn

CDL investe em conscientização e recuperação de crédito

CDL investe em conscientização e recuperação de crédito

O objetivo é preparar os profissionais da área de análise de crédito para conceder limites conscientes de forma que possam evitar o endividamento e in