Porto Velho (RO) quinta-feira, 1 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Audiência pública discute caos na saúde municipal



A Câmara Municipal de Guajará-Mirim realizou na noite de ontem quarta-feira (06) audiência pública com o objetivo de debater as questões referentes à atual situação da saúde do município. Com o plenário lotado e contando com a participação de várias classes sociais representativas, esta audiência, solicitada pela Comissão de Saúde da Casa, encabeçada pela vereadora Marilete Soares (PT), discutiu a exaustão todos os problemas que ora afetam o setor de saúde municipal.

A audiência contou com as presenças da secretária Municipal de Saúde, Denise Marques, do Presidente do Conselho de Saúde Estadual, Raimundo Nonato Soares, da Diretora do Hospital Regional, Creuza Maria, do Presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde, Francisco Tobias, do Clínico Geral, Dr. Jean Louis, da cirurgiã-dentista Telma Bouchabki, da chefe do Ciretran, Maria de Jesus Badra, da nutricionista Ana Rushel, do chefe da Nuvepa, Nilo Pires, da Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Helena Sampaio, da fisioterapeuta Elisabeth Denadai, do Presidente da Câmara Municipal Célio Targino, dos vereadores Sérgio Bouêz, Gerônima Melo, Guerard Castro, dos membros da Comissão de Saúde Marilete Soares e Francisco Quintão, além de enfermeiros, empresários, representantes de entidades e imprensa. Neste fórum de discussões, também foi fácil se fazer perceber a ausência do Poder Executivo e do Ministério Público.

Muitos assuntos foram postos à superfície e dúvidas postas em debate na incessante busca do consenso entre autoridades municipais, classe médica, servidores e população. No êxtase das questões em debate, ânimos mais exaltados subiram à tona em alguns momentos. As necessidades urgentes do hospital e postos de saúde, a situação precária do Hospital Regional com factóides acerca de uma suposta privatização e a dificuldade da gestão pública em gerenciar os recursos da Saúde foi colocada de forma a justificar os impasses que ora se vivenciam.

Com a realização da audiência, a vereadora Marileth acredita que a Câmara Municipal acabou dando uma resposta à sociedade, cumprindo seu papel de fiscalizar, debater, ouvir e sugerir com o firme e sucessivo propósito de defender os interesses do povo, e em especial, da camada mais carente da população.

No final da audiência ficou concluído de que uma comissão dos vereadores, representantes de profissionais da saúde, Conselho Municipal de Saúde e comunidade participaram para Alencar as seguintes indicações: conclusão da Maternidade Dr. Cláudio Fialho, contratação de profissionais de saúde em áreas carentes no município, Plano de Cargos Carreiras e Salários dos servidores da saúde, criação de uma ouvidoria na área da saúde, apresentação das necessidades do Hospital Regional, condições aos postos de saúde e centro odontológico e cobrar do Governo o que ele prometeu durante o Projeto de Revitalização do município voltado a saúde. Estes indicações serão entregues ao Ministério Público, ao Governo do Estado, ao Poder Executivo, a Secretaria Municipal e Estadual de Saúde.

Fonte: Jornal O Mamoré
 

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç