Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Atraso de recursos federais adia contratação de servidores para o Hospital de Cacoal



Em função do atraso no repasse dos recursos do Ministério da Saúde como contrapartida para a compra dos equipamentos do Hospital Regional de Cacoal (HRC), o Governo do Estado decidiu suspender o processo seletivo e preparar concurso público para contratação de 900 servidores para compor o quadro de forma efetiva. Conforme o secretário estadual da Saúde, Milton Moreira, na próxima segunda-feira (29), a partir das 16:00 horas, o governador Ivo Cassol passará oficialmente o comando de administração da obra para o vice João Cahulla, que governará Rondônia a partir de 1º de abril. 

Milton Moreira explicou que a contratação emergencial iria ocorrer porque a intenção da administração é agilizar o máximo possível a abertura da unidade médica para facilitar o atendimento à população da região de Cacoal, estimada em mais de 800 mil pessoas. Mas, tendo em vista o atraso dos recursos federais, a Secretaria de Estado da Administração (Sead) terá mais tempo para organizar o processo de contratação efetiva, evitando, dessa forma, desgaste do pessoal que seria contratado por apenas um ano e depois teria que deixar o cargo caso não fosse aprovado no concurso público, o que poderia gerar ainda descontinuidade do atendimento. “Vale destacar que o concurso público será feito antes do período eleitoral, obedecendo a um cronograma que está sendo preparado pela Sead em atendimento às diretrizes do governador Ivo Cassol”, destacou Milton Moreira.

O secretário também lamentou o fato de o Governo Federal, além de ter atrasado o repasse dos recursos ter também reduzido drasticamente o valor, que era de R$ 30 milhões, depois passou para R$ 22 e agora para R$ 12,4 milhões. “É lamentável que isso tenha ocorrido, porque acabou prejudicando todo o planejamento da administração estadual”, afirmou o secretário, lembrando que a construção do HRC estava parada há mais de 18 anos e foi retomada por empenho do governador, que pretende garantir assistência médica gratuita com mais facilidade a toda a população de Cacoal e municípios adjacentes.

As vagas a serem abertas pelo Governo de Rondônia são para médicos de várias especialidades, assistente social, cirurgião dentista/buco-maxilar, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, nutricionista e psicólogo, bem como, agente em atividades administrativas, técnico em informática, técnico de enfermagem e auxiliar de serviços gerais. “A administração estadual não tem medido esforços para garantir uma estrutura ampla e moderna, adequada para atender com qualidade e mais facilidade à população da região de Cacoal, que na maioria das vezes é obrigada a percorrer cerca de 500 km para receber assistência médica em Porto Velho”, lembrou o secretário, observando que o funcionamento do HRC contribuirá também com o processo de melhoria do atendimento nas unidades da Capital, que terão reduzido o fluxo de pacientes.

Fonte: A/I SESAU

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam