Porto Velho (RO) sexta-feira, 21 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Municípios

Amorim discute inclusão de emendas e projeto sustentável em Machadinho



Representantes de Associações de produtores rurais e lideranças comunitárias de Machadinho do Oeste se reúnem neste sábado (14), na Câmara de Vereadores daquela localidade, com o deputado federal Ernandes Amorim (PTB), para discutir as prioridades na inclusão de emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União do próximo ano

Na reunião, Amorim vai relatar o que foi providenciado de emendas à região, o que foi liberado, as pendências, e a tramitação atual. “Temos, por prática, destinado recursos de emendas para atender as associações de produtores rurais, mediante pleito e necessidade de cada localidade. Nesse encontro vamos informar o que já foi liberado e das medidas adotadas pelo governo federal. Além de frustrar as expectativas dos pequenos municípios que esperam a liberação desses recursos, o governo federal tem desprestigiado ainda mais os parlamentares e, por conseguinte, o cidadão, ao remanejar os recursos da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), cerca de R$ 100 milhões para contas do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social)”, afirma.

Das emendas destinadas por Amorim para Machadinho foram adquiridas 30 tanques de resfriamento de leite, dois caminhões, e construído uma praça, e aguardam a liberação do orçamento, ainda nesse ano, R$ 1.7 milhão, destinados a aquisição de um trator, três caminhões, um deles isotérmico para transporte de leite, e a construção da sede do Conselho Tutelar.

Ainda no encontro em Machadinho, Amorim discute um modelo pioneiro de projeto que une o combate ao desmatamento, recuperação de solo e uso de áreas degradadas para agricultura. Os recursos para implantação dessa iniciativa devem sair das emendas destinadas pelo parlamentar para cada um dos municípios da grande Ariquemes.

O projeto em construção, segundo Amorim, se dá em razão da crise no campo porque atravessa boa parte dos municípios, em decorrência da falta de regularização fundiária, política ambiental equivocada. Nesse modelo se preconiza o desenvolvimento sustentável, com o desmatamento zero, e os recursos das emendas serão destinados a adoção de tecnologias para recuperação de solo, uso correto da terra, e aproveitamento das áreas degradadas para produção de alimentos.

“Cada área é quem vai ditar que modelo de atividade, numa espécie de zoneamento da produção, se para pescado, hortifrutigranjeiro, agricultura ou pecuária”, explica Amorim. 

Fonte: Yodon Guedes

Mais Sobre Municípios

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Buscando atender a alta demanda por testes e atendimentos para covid-19, o município vai destinar, a partir da próxima segunda-feira (24), nove unidad

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

A Prefeitura de Ariquemes, através da Secretaria Municipal de Saúde – Semsau, dará início nesta terça-feira, 18/01, a campanha de vacinação infantil

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

A obra de recapeamento asfáltico da avenida Mamoré, uma das principais vias da zona Leste de Porto Velho, está em execução desde dezembro e 4,1 km est