Porto Velho (RO) quinta-feira, 1 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Aluna de Cacoal desabafa sobre a greve da educação em Rondônia



Os políticos têm um discurso hipócrita a respeito da educação, afirmando que é nela que está o futuro do país, mas será que é realmente assim? O Estado de Rondônia está vivendo uma triste realidade na Educação, onde os profissionais estão com suas atividades paralisadas desde 11/03/2010, e de acordo com a determinação judicial aguardam uma audiência com o governador para reivindicar por melhores condições de trabalho e salário.

O governador deixa o poder sem entrar em consenso com os profissionais da Educação, e com repressão e violência aos manifestantes, como aconteceu em Porto Velho/RO na manhã de 31/03 onde a Polícia Militar agrediu e expulsou os trabalhadores que estavam em frente o Palácio do Governo. 

Assista vídeos


31/03/2010
PM usa spray de pimenta contra professores 



31/03/2010
Professores ocupam palácio Presidente Vargas

Com toda essa confusão, os alunos saem prejudicados sem aula e sem professores. Como o Brasil pode crescer e deixar de ser um país subdesenvolvido se a educação está tão precária? Em ano de eleição, nós, cidadãos, devemos pensar muito antes de eleger nossos futuros governantes e não cometer os mesmos erros de antes.

O governador do Estado de Rondônia teve a coragem de afirmar que ele não precisou de educação para chegar aonde chegou, e que então todo um Estado não precisa, existe comparação mais absurda e ignorante? É esse tipo de governador que queremos para nosso Estado? Enquanto isso os alunos estão aonde? Na rua, em casa, sem estudar. E depois o Estado reclama do alto índice de criminalidade na juventude, mas os jovens não estão onde deveriam estar, ou seja, na escola.

Os alunos do 3° ano, que no fim desse ano prestariam vestibulares, Enem, todos estão sem conteúdo, sem informação, sem aula. Como ficam todos esses jovens que foram prejudicados? É o futuro de cada um que está em jogo. É o conhecimento deles que está sendo negociado. A culpa não é dos professores, que também são as vítimas de tudo isso, professor é a profissão mais bonita, é a profissão que forma todas as outras.

Em contraste, também é a profissão menos reconhecida e mais mal paga. O nível de salário de um professor é de cerca de R$ 1500,00 reais por mês para trabalhar o dia inteiro. Se continuar do jeito que está ninguém vai querer ser professor, eu não quero. Pra trabalhar e não ser reconhecido? Pra ganhar pouco e ser humilhado? Não é esse tipo de pensamento que queremos nos jovens! Acorda Brasil, acorda Rondônia! A Educação perece! E cada brasileiro merece um pouco mais de respeito, sejam professores e alunos, para no futuro, quem sabe, o Brasil seja um País de primeiro mundo.

Fonte: Leticia Andrade (Aluna da rede pública estadual em Cacoal)

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç