Porto Velho (RO) domingo, 11 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Agentes indígenas capacitados pela Funasa


Capacitados pela Coordenação Regional da Funasa de Rondônia (Core-RO), 105 agentes indígenas de saneamento (Aisan) contratados pela Funasa estão desenvolvendo ações em saúde, nas suas aldeias.

Estes agentes trabalham para melhorar a qualidade de vida nas aldeias, identificando e solucionando problemas relacionados a doenças causadas pela falta de saneamento básico. Eles atuam em parceria com os profissionais de saúde da Core-RO.

Os Aisans desempenham nas aldeias, atividades como: operação dos sistemas de abastecimento de água, utilizada na higiene e consumo; manutenção dos sistemas de esgoto; orientação do uso dos módulos sanitários individuais; levantamentos cadastrais; ações de educação em saúde e ambiental, entre outras.

Para se tornar um Aisan o indígena deve ser escolhido pela comunidade e capacitado pela Funasa. O curso tem carga horária de 280 horas divididas entre sala de aula, atividades práticas e visitas a instituições que desenvolvem atividades relacionadas ao saneamento ambiental.

Segundo o coordenador do curso de formação do Aisan, Carlos Maurício Dal Ponte, a previsão é que em julho deste ano, novas turmas devem iniciar a formação. Os agentes já capacitados estão atuando nas aldeias localizadas nos municípios de Alta floresta, Aripuanã, Cacoal, Comodoro, Chupinguaia, Guajará-Mirim, Humaitá, Jarú, Ji-Paraná, Juina, Porto Velho e Vilhena.

A Funasa atende atualmente

A Coordenação Regional da Funasa de Rondônia presta atendimento de saúde a uma população de 13.662 índios, distribuídos em 244 aldeias localizadas em Rondônia, no sul do Amazonas e no norte do Mato Grosso. A estrutura de atendimento é composta de dois Distritos Sanitário Especial Indígena (Porto Velho e Cacoal), nove Pólos Base (Alta Floresta, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Humaitá, Jaru, Cacoal, Vilhena, Juína e Aripuanã) e oito Casas de Apoio a Saúde do Índio (Cacoal, Vilhena, Aripuanã, Juína, Ji-Paraná, Guajrá-Mirim, Porto Velho e Humaitá).

Fonte: Júlio Aires
 

Mais Sobre Municípios

Transporte Coletivo: tarifa zero começa a valer em Porto Velho neste sábado (10)

Transporte Coletivo: tarifa zero começa a valer em Porto Velho neste sábado (10)

O prefeito Hildon Chaves assinou, na quinta-feira (8), o Decreto nº 17.241/2021, que regulamenta a Lei nº 2.797 de 6 de abril de 2021, que estabele

Ribeirinhos afetados pela subida do nível do rio Madeira recebem assistência

Ribeirinhos afetados pela subida do nível do rio Madeira recebem assistência

Famílias de agricultores impactadas pela subida no nível do rio Madeira, estão recebendo ajuda da prefeitura de Porto Velho, conforme determinação do

Tarifa Zero: prefeitura de Porto Velho apresenta projeto para manutenção do transporte público urbano

Tarifa Zero: prefeitura de Porto Velho apresenta projeto para manutenção do transporte público urbano

Usuários do transporte público urbano de Porto Velho contarão com benefícios após a aprovação de um Projeto de Lei (PL 03/2021) de autoria do Poder