Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Municípios

1º Encontro Estadual de Artesões de Cacoal recebe autor do Estatuto do Artesão


O Coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Artesão, o deputado Eduardo Valverde (PT), prestigiou no município rondoniense de Cacoal, o I Seminário de Valorização do Artesanato Rondoniense.

O parlamentar que é autor do projeto de Lei 3926/04, que institui o Estatuto do Artesão, disse da grande nnecessidade de se criar mecanismos que promovam a expansão do setor, além de dar garantias aos profissionais que vivem do artesanato.

 Para Valverde, “o artesão trabalha com sua alma e mãos, incorporando na peça bruta uma habilidade, um conteúdo de cultura e de sua alma”.

Hoje o artesanato ocupa cerca de 7 milhões de brasileiros e, é responsável por cerca de 2,8% do  produto Interno Bruto (PIB), movimentando anualmente R$ 28 bilhões.

Eduardo Valverde afirma que a aprovação do projeto vai garantir proteção aos artesãos, estimular a sua qualificação profissional e permitir medidas positiva como a criação de linhas de crédito para o fomento das atividades artesanais.

Tramitando na Comissão do Trabalho,  Administração e Serviço da Câmara dos Deputados, o projeto prevê um conjunto de normas para estimular a formalização da atividade artesanal, e ainda cria registros para o artesão, para a unidade produtora de artesanato e para os produtos artesanais, e autoriza o Poder Executivo a criar o Serviço Brasileiro de Apoio ao Artesanato Brasileiro.

Além do Estatuto do Artesão, Valverde aproveitou para estimular a formalização dos artesões, por meio da lei do Microempreendedor Individual (MEI).

O MEI, permite hoje, que os pequenos e médios empreendedores saiam da informalidade e passem a contar com crédito para ampliarem seus negócios, criando um ciclo positivo, de emprego e renda. Além disso, há inúmeras facilidades, pois a lei do microempreendedor tem buscado desburocratizar todo o processo de abertura de firmas.

“ Com o  MEI  foi possível que  colocar na cidadania milhões de brasileiros que estavam invisíveis para o governo e para as políticas públicas, por trabalharem na informalidade”, disse , Valverde.

 Ele lembrou, ainda, que o com a lei do MEI, houve simplificação e redução da carga de impostos (recolhimento único dos os tributos federais, estaduais e municipais), a inclusão previdenciária, com acesso à maioria dos benefícios previdenciários existentes.

 Fonte: Leila Brito
 

Mais Sobre Municípios

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

Ariquemes inicia campanha de vacinação infantil contra Covid-19

A Prefeitura de Ariquemes, através da Secretaria Municipal de Saúde – Semsau, dará início nesta terça-feira, 18/01, a campanha de vacinação infantil

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

Com recurso do Estado, obras de revitalização do asfalto avançam em Porto Velho

A obra de recapeamento asfáltico da avenida Mamoré, uma das principais vias da zona Leste de Porto Velho, está em execução desde dezembro e 4,1 km est

Denúncia do vereador Fogaça ao TCE sobre álcool comprado pela SEMED gera notificações ao prefeito Hildon Chaves

Denúncia do vereador Fogaça ao TCE sobre álcool comprado pela SEMED gera notificações ao prefeito Hildon Chaves

Através de despacho do Conselheiro Relator Valdivino Crispin de Souza, o Tribunal de Contas do Estado de Rondônia estabeleceu diversas notificações co