Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Tribunal quer que Khadafi e filho sejam presos ainda hoje



Renata Giraldi
Agência Brasil


Brasília – O promotor-chefe do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno-Ocampo, defendeu hoje (28) a prisão imediata do presidente da Líbia, Muammar Khadafi, do filho dele Saif Al Islam, e do cunhado e colaborador Abdulla Al Senussi. Ontem (27) o tribunal emitiu as ordens de prisão. Ocampo disse que “hoje é o dia da prisão” e que as autoridades líbias têm o dever de cumprir a determinação do tribunal. Porém, autoridades ligadas a Khadafi informam não reconhecer o Tribunal Penal Internacional.

“A Líbia tem a responsabilidade primária de implementar as ordens de prisão. O país é um membro das Nações Unidas desde 1955, tem de obedecer à resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, de 1970, e cooperar plenamente prestando a assistência necessária ao tribunal e ao promotor”, acrescentou.

Khadafi, o filho dele e o cunhado são acusados de crimes contra a humanidade, como atacar civis nas ruas e nas casas. De acordo com Ocampo, o Conselho Nacional Provisório, formado pela oposição ao líder líbio, defende o cumprimento dos pedidos de prisão. Porém, ele lembrou que as forças internacionais não têm poder para implementar as prisões.

Ocampo disse ainda que as investigações envolvendo Khadafi e seus aliados serão intensificadas pelo tribunal. “O gabinete do promotor vai continuar investigando os crimes sobre a Líbia, desde 15 de fevereiro de 2011, em especial as denúncias de violações e as acusações de ações para encobrir os crimes”, disse.

Os embates entre as forças leais a Khadafi, rebeldes e manifestantes se acirraram em março, quando as tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) passaram a atuar na Líbia. A ação começou a partir de uma decisão das Nações Unidas fixando uma área de exclusão aérea na região, alegando necessidade de proteção a civis.

Porém, organizações não governamentais informam que alvos civis foram atacados tanto por forças de Khadafi como também por homens da Otan. Não há prazo para a organização deixar a Líbia. O presidente, que comanda o país há quase 42 anos, disse que lutará até a morte e que não pretende abrir mão do poder.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe