Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Obama relaciona retração do PIB a 'más decisões' do Congresso


Da Agência Lusa

Agência Brasil, Washington (Lusa) – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje (2) que o retrocesso do Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre dos 2012 sinaliza que “as más decisões tomadas em Washington” podem ameaçar a recuperação econômica do país.

Em seu programa semanal de rádio, o presidente norte-americano lembrou que esta semana o governo recebeu a primeira estimativa de crescimento econômico do país. A projeção se refere ao quarto trimestre e indica uma retração do PIB de 0,1%. “Isso nos fez relembrar que as más decisões tomadas em Washington podem entorpecer o caminho do nosso progresso econômico”, disse Obama.

“Iniciamos o ano com os economistas afirmando que estamos posicionados para crescer em 2013 e há verdadeiros indicadores de que estamos progredindo”, ressaltou. Segundo ele, os preços das casas voltaram a subir e as vendas dos automóveis se encontram no nível mais alto do últimos cinco anos.

As negociações sobre o déficit orçamentário estão em andamento com o Parlamento. No momento, o governo tenta um acordo com os deputados para estabelecer um plano de consolidação orçamentária que evite a aplicação de duros cortes na despesa pública. “Nas próximas semanas tomaremos decisões importantes sobre como reduzir a nossa dívida de uma forma que fomente a nossa economia e crie bons empregos” destacou Obama. Ele acrescentou que as decisões a serem tomadas “marcarão uma verdadeira diferença na solidez e no ritmo da nossa recuperação”.

O presidente da maior economia do mundo admitiu ainda a necessidade de o país continuar a cortar “gastos desnecessários”. Ao mesmo tempo, frisou a necessidade de se evitar cortes “no caminho da prosperidade”, em numa crítica aos republicanos que insistem em se opor a qualquer aumento da despesa pública.

“Não funcionou no passado e muito menos irá funcionar agora. [As medidas defendidas pelos republicanos] poderiam significar o atraso da nossa recuperação. Poderiam debilitar a nossa economia e custar empregos, tanto agora como no futuro”, sustentou Obama.

O Senado americano, de maioria democrata, aprovou esta semana uma medida que autoriza o governo, até o dia 19 de maio, a ultrapassar o limite de endividamento, dando três meses de prazo para um acordo de redução do déficit.
 

VOCÊ PODE GOSTAR

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe