Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Força Aérea dos EUA compra 20 aviões da Embraer


A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) anunciou que fechou contrato para vender ao governo dos Estados Unidos 20 unidades de seu avião de treinamento militar Super Tucano pelo valor de R$ 661 milhões (US$ 355 milhões).

O mais moderno dos aviões militares da Embraer foi o vencedor de uma licitação aberta pela Força Aérea dos Estados Unidos para equipar seu programa de Apoio Aéreo Rápido (AS, na sigla em inglês), conforme comunicado divulgado ontem, sexta-feira (30), à noite pelo construtor brasileiro.

Segundo a licitação, por meio de seu programa AS, os Estados Unidos pretendem habilitar uma frota versátil e resistente, com custo inferior aos caças atuais e capacidade para uma grande gama de armas e de operação em terrenos com infraestruturas precárias.

As aeronaves serão fabricadas na planta que a Embraer tem no estado americano da Flórida em associação com a companhia americana Sierra Nevada Corporation.

A Força Aérea dos Estados Unidos vai utilizar o Super Tucano para o treinamento avançado em voo de seus pilotos, assim como para operações de reconhecimento e operações de apoio aéreo.

Além da entrega dos aviões, o contrato prevê que a Embraer ofereça apoio terrestre para o treinamento dos pilotos, manutenção entre outros serviços. Desde que lançou o modelo no mercado há sete anos, a Embraer produziu cerca de 150 unidades do modelo Super Tucano por encomenda das forças aéreas do Brasil, Colômbia, Chile, Equador, República Dominicana e Suriname.

A aeronave, um turboélice, é utilizada pelo governo colombiano para combater grupos guerrilheiros. O avião brasileiro derrotou na licitação o AT-6 da americana Hawker Beechcraft.

O Super Tucano, uma evolução do avião brasileiro de treinamento militar Tucano, foi projetado para operar em diferentes cenários de combate e conta com visão noturna, armamento inteligente e tecnologia de enlace de dados. O avião consegue aterrissar em pistas pequenas e "conta com avançado e preciso sistema de navegação e de pontaria de armas que garante alta precisão nas missões, inclusive em condições extremas e sem apoio logístico".

"Estamos honrados com a oportunidade de oferecer ao Governo americano o melhor produto para a missão AS", afirmou o presidente da divisão de Embraer para Defesa e Segurança, Luiz Carlos Aguiar, citado no comunicado.

Fonte: Portal R7 com informações da Agência EFE
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

Segundo um estudo feito por 800 cientistas do Imperial College em Londres (1) sobre o desenvolvimento da altura das pessoas adultas nos últimos 100