Porto Velho (RO) quarta-feira, 10 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

CIENTISTAS EXPLICAM INFECÇÃO DO VÍRUS DA DENGUE


 
Biólogos descobriram como o vírus da dengue se torna mortal, explicando transformações estruturais que ocorrem no interior das células afetadas.
 

Em dois artigos publicados nesta sexta-feira na revista científica Science, eles analisam como uma proteína que recobre o genoma do vírus passa por transformações que levam ao amadurecimento do vírus.

"Esta é possivelmente a compreensão mais detalhada de como um vírus amadurece", disse um dos autores do estudo, o professor Michael Rossmann, da Universidade Purdue, em Indiana, Estados Unidos.

Esta descoberta poderia ajudar os pesquisadores a desenvolver um tratamento antiviral para a dengue, que afeta mais de 50 milhões de pessoas no mundo – entre casos manifestados e não-manifestados – e mata cerca de 24 mil a cada ano.

Transformação

Segundo os pesquisadores, o estudo se aplica não apenas ao vírus da dengue, mas a todos os chamados flavivírus, que são carregados por mosquitos e causam doenças como a febre do Nilo Ocidental, encefalite e febre amarela.

A pesquisa detalha o que acontece quando esses vírus infectam uma célula. Uma vez no interior dela, o vírus ainda não amadurecido é incapaz de se fundir com as membranas de uma célula, e assim infectá-la.

O amadurecimento, que dá ao vírus a capacidade de infectar outras células, ocorre à medida que ele se move do interior da célula hospedeira para uma outra, que será infectada.

Os cientistas descobriram que ao longo deste caminho o vírus é submetido a uma mudança de acidez que resulta na divisão de um composto de proteínas que recobre o genoma do vírus, pouco antes de ele ser transmitido de uma célula para outra.

"Esta mudança de acidez já era conhecida, mas seu impacto no processo de amadurecimento não era conhecido até estas descobertas", disse Rossmann.

Ele disse que mais pesquisas são necessárias para "compreender melhor esta estrutura (de proteínas)", a fim de esclarecer os mecanismos que evitam que a forma imatura de um vírus não infecte outras células.

"Em última instância, os pesquisadores podem querer encontrar maneiras de tratar ou prevenir infecções virais. Mas para isso temos antes de saber como os vírus funcionam, como amadurecem e como dão início a uma infecção", disse Rossmann.

Fonte: BBC Brasil

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe