Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Uso de mosquiteiro reduz em 32% malária no Acre


Um mosquiteiro especial, impregnado de inseticida, ajudou a reduzir em 32% os casos de malária no Acre em um ano. Em dezembro de 2007, 7 mil unidades do mosquiteiro, que é fabricado na Ásia, foram doados pelo Ministério da Saúde a famílias que residem em áreas de maior incidência da doença no estado.

Para a gerente do Setor de Endemias da Secretaria de Saúde do Acre, Isanelda Batista Magalhães, além do uso do mosquiteiro, outras medidas têm ajudado a diminuir a incidência de malária no estado, como a aplicação de inseticidas em residências nas regiões mais infestadas e a desobstrução e limpeza de córregos e açudes.

"Nós esperamos que com a intervenção desses mosquiteiros, consigamos um grande resultado, mas para isso precisamos primeiro avaliar o conjunto das ações, para saber o exato percentual da contribuição".

A gerente explicou que o mosquito da malária ataca, principalmente, entre as 18h e as 7h da manhã, e por isso o mosquiteiro é uma ferramenta poderosa na prevenção da malária.

No ano passado, o Acre foi o estado que apresentou a maior redução de casos da doença na Amazônia, seguido do Maranhão, com 30%, e do Pará, com 26%. Em 2006, foram registrados quase 94 mil casos de malária no Acre, e em 2007, o número caiu para 51 mil casos.

Leandro Martins
Agência Brasil

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat