Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

PANOBIANCO: Umidade cai e sensação térmica chega a 2°C em Rondônia



Após a passagem de uma frente fria, o ar polar diminuiu consideravelmente os valores de umidade relativa do ar facilitando uma queda brusca das temperaturas em boa parte do Estado. Novos recordes poderão ser quebrados até quinta-feira.

Daniel Panobianco - O segundo evento de friagem no sul da Amazônia em 2010 ganhou impulso nesta terça-feira (11) com a queda acentuada dos valores de umidade relativa do ar presentes na atmosfera. A queda das temperaturas, que teve inicio no domingo à noite, deve perdurar até a próxima quinta-feira (13), com noites, madrugadas e manhãs de temperaturas bem abaixo do normal.

E mais uma vez, pelo segundo dia consecutivo, Vilhena no sul rondoniense amanheceu gelada. De acordo com dados de uma estação automática operada pelo INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), a temperatura observada entre às 6 e 7 horas (local) foi de apenas um dígito, 11,7°C.

A falta de umidade na atmosfera provoca a chamada "perda radioativa", que é todo o calor do sol acumulado na superfície da terra liberado rapidamente pelo ar mais seco fazendo com que o ponto de orvalho caia rapidamente, e, consequentemente, as temperaturas também.

Um exemplo pode ser verificado na temperatura de 12,6°C em Vilhena na segunda-feira, quando no mesmo horário, a umidade relativa era de 82% e hoje, com 11,7°C, a umidade desceu para 67%, apenas.

Outro fator de destaque foi a sensação térmica sentida pelos vilhenenses. Com 11,7°C e vento de 31,3 km/h, a sensação no mesmo horário chegou a apenas 2°C.

As outras três estações automáticas do INMET em Rondônia acusaram para mínima de 17,3°C em Porto Velho, 15,6°C, em Ariquemes e 14,4°C em Cacoal.

Como o ar deve ficar mais seco ainda nas próximas 48 horas e o ar polar ainda deverá marcar presença no sul da Amazônia, o recorde da menor temperatura do ano em toda a Região Norte poderá ser quebrado mais uma vez.

Vilhena é a cidade mais fria de toda a Região Norte do Brasil. Em 2009, a menor temperatura foi registrada no dia 25 de julho, com apenas 8,9°C, durante a oitava friagem do ano.

Já em outra estação, a convencional, pertencente a REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica), detém a menor temperatura em Vilhena de apenas 3,4°C registrada em 19 de julho de 1975, quando o Brasil foi surpreendido por uma das mais intensas ondas de frio de que se tem registro.

Dados: INMET - REDEMET
(Fonte: De olho no tempo)

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat