Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Intereclesial

Povos indígenas se preparam para Intereclesial


 

Como parte da preparação para o 12° Intereclesial, os povos indígenas de Rondônia já se mobilizam para o grande evento que se realizará a partir do dia 21 de julho de 2009.. No início deste mês de julho foi feita a construção de uma Oca com o propósito de ser um ponto de encontro para as visitas missionárias que acontecerão no dia 23 por parte dos participantes do 12° Intereclesial.

O povo Karitiana, que possui grande habilidade em construção de moradias indígenas, ergueu uma oca para o povo Kassupá, às margens da BR 364, Porto Velho, no quilômetro 8 sentido Cuiabá. A construção faz parte do processo de interação entre as diversas etnias existentes em Rondônia e que lutam em conjunto para resguardar os direitos dos povos indígenas.

A participação indígena no 12° Intereclesial será de fundamental importância para que o Brasil e o mundo conheçam a realidade dos povos que tentam manter suas tradições, passando pela preservação ambiental e respeito aos direitos adquiridos como a demarcação de terras, assistência à saúde, educação e apoio à produção agrícola como forma de subsistência. 

O povo Karitiana prestou o serviço de construção da Oca e retirou de seu território tradicional todo o material necessário. Esta é uma experiência de encontro de valores culturais que não fere a identidade de um povo.

De acordo com Emília Altini, representante do CIMI (Conselho Indigenista Missionário), a oca é a reafirmação cultural, elo de continuidade do povo, local do encontro familiar, lugar sagrado, marca e garantia do direto a terra. Ela esteve presente ao processo de construção da oca para o povo Kassupá e ressaltou que durante a entrega foi realizado um ritual com danças e cantos dirigidos pelo Pajé Cizino Dantas Karitiana.

“O povo Kassupá recebeu a oca como algo muito seu e muito sagrado. Foi um momento forte quando Maria Kassupá (matriarca desse povo) chorou emocionada. Os Kassupás, por razões históricas foram expulsos de seu território tradicional e muitas famílias se encontram vivendo na periferia da cidade de Porto Velho”, comentou Emilia Altini.

O espaço onde foi construída a oca está em processo demarcatório para ser terra Kassupá e Salamãe.   

Fonte: Ascom 12º Intereclesial

Mais Sobre Intereclesial

Tudo nas mãos da Trindade: Celebração de encerramento lota ginásio do Moringão

Tudo nas mãos da Trindade: Celebração de encerramento lota ginásio do Moringão

Por Ana Paula Ramos Carnahiba “Conseguimos trabalhar com tranquilidade porque vocês fizeram”, disse o arcebispo de Londrina, dom Geremias Steinmetz, à

14º Intereclesial: Irmãos indígenas e suas lutas, que são nossas

Por Marcelo Chalréo e Ana Paula Carnahiba O 14ª Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base conta com a presença de inúmeras etnias indígenas, den

Entrevista com presidente da CNBB, dom Sérgio da Rocha. 14º Intereclesial

Por Rosinha Martins /  Mestranda pela Cásper Líbero Por ocasião do 14º Intereclesial das CEBs, realizado em Londrina-PR, de 23 a 27 de janeiro, o pres