Porto Velho (RO) domingo, 26 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

História

Santo Antônio Energia entrega patrimônio arqueológico para a Universidade Federal de Rondônia


Santo Antônio Energia entrega patrimônio arqueológico para a Universidade Federal de Rondônia - Gente de Opinião

A Santo Antônio Energia concluiu na última semana o repasse e a guarda para a Unir de todo o acervo arqueológico encontrado durante a construção da hidrelétrica. 

Os mais de 300 mil artefatos catalogados, como vasos de cerâmica, instrumentos e adornos produzidos por indígenas e peças da época da instalação da ferrovia Madeira-Mamoré, foram transferidos com todos os cuidados para o novo prédio da reserva técnica da Unir, em Porto Velho. Os objetos representam 15 sítios arqueológicos do período colonial e republicano e 43 sítios do período pré-colonial. 

Todo o material estava armazenado em Porto Velho, na sede da consultoria de arqueologia Scientia, contratada pela Santo Antônio Energia para cuidar do acervo. A partir de agora, estão abrigados em um novo prédio da Unir que foi financiado pela SAE. “Durante a construção da hidrelétrica, uma competente equipe de arqueólogos desempenhou um trabalho de extrema importância na descoberta e na conservação de um riquíssimo material arqueológico localizado às margens do rio”, explica  Kaio Ribeiro, coordenador de Meio Ambiente da SAE. “Hoje, o acervo está sendo repassado para a Unir, para dar seguimento às pesquisas e melhorar o conhecimento dos povos que habitaram nossa região no passado”, acrescenta. 

De acordo com pesquisas, há registros de ocupações humanas na região de Porto Velho de 10 mil anos atrás. Após estas primeiras ocupações por populações nômades, que

viviam da coleta, pesca e caça de produtos silvestres, ocorreu gradualmente um aumento populacional; nesse momento foram introduzidas práticas agrícolas com o

desenvolvimento das sociedades indígenas. De grande diversidade cultural, todo o processo está refletido no registro arqueológico gerado durante as pesquisas de

arqueologia.

Galeria de Imagens

  • Materiais arqueológicos sendo embalados com cuidado
    Materiais arqueológicos sendo embalados com cuidado
  • Materiais chegandona Unir
    Materiais chegandona Unir
  • Novo prédio de Arqueologia na UNIR
    Novo prédio de Arqueologia na UNIR
  • Materiais arqueológicos sendo levados para a Unir
    Materiais arqueológicos sendo levados para a Unir
  • Novo prédio de arqueologia da Unir 2
    Novo prédio de arqueologia da Unir 2

Mais Sobre História

Atividade pedagógica busca reforçar o interesse em pontos turísticos de Porto Velho

Atividade pedagógica busca reforçar o interesse em pontos turísticos de Porto Velho

Com o objetivo de trabalhar o pertencimento das crianças através dos atrativos turísticos da capital, a Prefeitura de Porto Velho promoveu, nesta terç

Foi no Bar do Canto - O Movimento de Criação Cabeça de Negro nasceu no Bar do Canto

Foi no Bar do Canto - O Movimento de Criação Cabeça de Negro nasceu no Bar do Canto

Recebemos a triste e lamentável notícia que o Bar do Canto fechou as portas. Agora só nos resta lembrar o que foi o Bar do Canto para nossa cidade d

A Terceira Margem – Parte CCCLIX - Epopeia Acreana 1ª Parte - XI  Mangabeira por Almachio Diniz - IV

A Terceira Margem – Parte CCCLIX - Epopeia Acreana 1ª Parte - XI Mangabeira por Almachio Diniz - IV

Bagé, 03.12.2021  Tais foram as primeiras provações, com as quais teve de transigir o espírito sereno de Francisco Mangabeira, para preparar-se em êx

História extraordinária de vida - Dona Maria Auxiliadora Lobo de Souza

História extraordinária de vida - Dona Maria Auxiliadora Lobo de Souza

Dona Maria Auxiliadora Lobo de Souza, de Porto Velho (RO), é protagonista de uma saga que parece roteiro de cinema. Ela ficou órfã de mãe no dia em