Porto Velho (RO) segunda-feira, 11 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

História

EURO TOURINHO CHEGA AOS 92 ANOS


EURO TOURINHO CHEGA AOS 92 ANOS - Gente de Opinião
Alguns componentes da redação do AM de 1997. Da esquerda para a direita: Carlos Neves, Raimundo Cruz, João Tavares, Pará, Osias Siqueira, Naélcio, EURO TOURINHO, Ésio Mendes, Dalton di Franco, Etiene Angelim, Nonato Cruz e Erick Angelim; Maria José, Conceição, Yalle Dantas, Rose Viegas e Marilza Rocha.



* Carlos Neves
 

Que satisfação!

Não poderia estar expressando outra coisa neste momento. Homenagear essa figura humana que chega aos 92 anos de idade na condição de ser o diretor-geral mais repórter que existe dentro do jornalismo rondoniense é mais que um espetáculo histórico. O jornalista Euro Tourinho merece todas as congratulações, pois ele, em pleno vigor, alcançou essa data no último dia 17 deste mês de janeiro de 2014.

Reporto-me aqui sobre a convivência profissional de quase duas décadas, quando tive o privilégio de trabalhar ao seu lado, no dia a dia, na busca de notícias para informar ao público e, também, propiciar aos segmentos sociais a formação de opinião sobre os mais diversos assuntos. Não posso deixar de citar que hoje são mais de trinta anos de convivência com o eterno diretor, mas que sempre se coloca como um colega de profissão, sem qualquer formalidade.

Nada mais atual do que o texto que escrevi no ano de 1997, quando da comemoração dos 80 anos do Jornal Alto Madeira. Sua dedicação continua a mesma à frente do quase centenário AM, por onde passaram, e ainda têm vários atuando, grandes expressões do jornalismo rondoniense.

Na íntegra, o texto que faz parte do livreto que colocamos na rua em 1997:
 

“Euro Tourinho, o repórter e diretor.

No jornalismo regional, Euro Tourinho é o mais antigo profissional em atividade. São 47 anos escrevendo e fotografando e 35 como diretor-geral, posto a que foi guindado em 1962.

Euro Tourinho chegou ao Alto Madeira nos idos de 50. Sempre foi repórter de espírito aguçado e de muito faro para as notícias. Na verdade, gosta mesmo é de aventuras, de enfrentar desafios. Ao lado da notícia, sempre amou os acontecimentos da sociedade e por isso foi o introdutor do colunismo social em Porto Velho, assinando a coluna Eurly. No entanto, nunca se esquivou das notícias mais fortes, permitindo sempre a prática do verdadeiro jornalismo.

Por causa disso, não conseguiu aposentar ainda a sua condição de repórter, de caçador de notícias com sua inseparável máquina fotográfica. Essa sua busca incansável pela notícia tem causado-lhe alguns dissabores, ameaças e até agressões com várias tentativas de arrancar-lhe das mãos a máquina que, minutos antes, havia registrado cenas de fatos importantes. Nunca se intimidou.

É um companheiro leal e isso o faz uma pessoa benquista no Jornal, principalmente pelo pessoal da redação com quem convive diariamente e discute com editores e repórteres as notícias de cada dia. É o responsável maior pela linha jornalística adotada pelo Alto Madeira a qual o leitor se acostumou a admirar. É, na verdade, o diretor-geral mais repórter que existe dentro do jornalismo rondoniense.”

É oportuno salientar que hoje já são 64 anos escrevendo e 47 anos como diretor.

Não foram poucos os fatos e eventos em que estivemos juntos. Cheguei ao Alto Madeira como repórter esportivo, no início da década de 80. Nessa época, os repórteres eram polivalentes. Cobriam todos os acontecimentos: jogos de todas as modalidade esportivas, carnaval, procissões, desfiles escolares e militares, sessões da Câmara de Vereadores e da Assembleia Legislativa, noticiava os fatos policiais, as ações empreendidas pelo Executivo municipal e estadual, ventos sociais etc. A dedicação ao jornalismo sempre foi total do Euro e da que equipe do AM.

Por isso, a satisfação por homenageá-lo pelos 92 anos de vida.

* Carlos Neves é jornalista e ex-editor chefe e diretor de redação do Jornal Alto Madeira / Foto: J.Gomes

Mais Sobre História

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Começaram na manhã desta terça 27 as gravações para o Museu da Imagem e do Som do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), que

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Os deputados constituintes de Rondônia eleitos em 1982 assumiram em 1983 diante de um clima tenso, e o diálogo foi fundamental nesse contexto. A par

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio/RO) parabeniza os 107 anos de existência da Estrada de Ferro Mad

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia sediará na próxima sexta-feira (19) a palestra “RONDÔNIA: história e curiosidades”.