Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

História

D. Lígia Medeiros – o significado de uma pioneira


 
Neste sábado, 31/out/09, com a presença de familiares e amigos, realizou-se cerimônia religiosa em memória de D. Lígia Medeiros, falecida no dia 25 por volta de 13:15h, aos 91 anos de idade. A tristeza de seus filhos, netos, bisnetos e trinetos é também nossa, seus sobrinhos por adoção.

A tristeza é proporcional ao muitíssimo que D. Lígia construiu ao longo de toda a sua vida. Maior ainda, quando esse simples fato do nosso cotidiano, cuja universalidade e inevitabilidade apenas supõem o curso normal da vida, traz em si um significado muito mais amplo. A morte de D. Lígia tem o significado de fim de uma era, pelo menos para o que foi Rondônia até cerca de 50 anos atrás, e o que poderia ter sido. Naquela época, pouco mais de setenta mil pioneiros e desbravadores, de fato, viviam aqui. Eram herdeiros de uma terra conquistada, mas ainda não domada e, muita vez, inóspita. Lutadores quase ignorados e isolados na mata, mesmo os urbanos, que, quase sem ajuda, construíram a primeira identidade dos rondonienses.

Quando ainda Território Federal do Guaporé, ela foi o esteio para seu companheiro, Dr. Renato Medeiros, há muito longe de nós, nas lutas para a construção da democracia na recém criada unidade da nação brasileira, ainda no final da difícil fase da ditadura Vargas. Como ocorria em todo o país, a luta política naquele período era travada com o coração, muita garra e determinação. E como quase sempre, aqui formaram-se duas facções políticas antagônicas.

O dr. Renato Medeiros tornou-se o líder daquela que, jocosamente, era chamada de pele-curta pelos adversários (os cutubas). Eleito deputado federal (o Território tinha apenas um representante na Câmara Federal) nas eleições de 1962, em uma nova fase conturbada e difícil para a democracia em nosso país, teve seus direitos políticos cassados após o golpe de estado de 1964 que implantou a ditadura militar. Mas, nenhuma ditadura se satisfaz com pouco. Médico, por algum tempo foi impedido de regularizar seu registro profissional. Impedido de exercer sua profissão, imagine-se as dificuldades enfrentadas pela família, que manteve sua dignidade graças às virtudes do casal. Que conseguiu assegurar a subsistência e a união de uma família numerosa, em meio a dificuldades tantas e tamanha que, a nós que a acompanhamos de perto desde então, ainda impressionam. Certamente, a força moral de D. Lígia foi fundamental para tornar isso possível. A injustiça foi superada pela ajuda de alguns próceres do novo governo inconformados com a injustiça, e eles puderam dar seqüência a suas vidas com dignidade, companheirismo e solidariedade.

O rompimento da normalidade democrática da nação, em 1964, custou desassossego às famílias, muitas vidas e, muitos anos de luta para retomar o caminho da democracia que vimos construindo. A ruptura fez com que os rumos tomados em Rondônia fossem decididos fora daqui, quase sem consulta à população local, relegando toda uma geração a mera seguidora de rumos traçados por outros. Uma violência, ainda que os resultados tenham sido positivos (fins, não justificam os meios). Com o passar dos tempos, os novos rondonienses vêm, novamente, assumindo o controle sobre os rumos de nosso rincão, nos limites da democracia.

È por tudo isso que vemos no passamento de D. Lígia, o encerramento definitivo de uma etapa heróica e muito humana de nossa história. 

Fonte: A.Marrocos

Mais Sobre História

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Começaram na manhã desta terça 27 as gravações para o Museu da Imagem e do Som do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), que

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Os deputados constituintes de Rondônia eleitos em 1982 assumiram em 1983 diante de um clima tenso, e o diálogo foi fundamental nesse contexto. A par

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio/RO) parabeniza os 107 anos de existência da Estrada de Ferro Mad

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia sediará na próxima sexta-feira (19) a palestra “RONDÔNIA: história e curiosidades”.