Porto Velho (RO) terça-feira, 12 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

História

30 anos da chegada de Jorge Teixeira



Cida Souza (*)

Na manhã de 10 de abril de 1979, Jorge Teixeira de Oliveira, chegou a Porto Velho com a missão de criar as condições para transformar o Território Federal de Rondônia em Estado. Nomeado pelo Presidente da República João Baptista de Oliveira Figueiredo para assumir o Governo de Rondônia Jorge Teixeira vinha munido da credibilidade de 15 anos de trabalhos dedicados ao Estado do Amazonas, onde foi oficial do Estado Maior do II Grupamento de Engenheiros, Comandante do Centro de Instruções de Guerra na Selva/ CIGS, Comandante do Centro de Operações na Selva e Ações de Comando/COSAC; Organizador e Comandante do Colégio Militar de Manaus e Prefeito de Manaus, capital do Estado do Amazonas.

No seu discurso de posse, no saguão nobre do Palácio Presidente Vargas, há exatos 30 anos atrás, Teixeira disse que vinha para trabalhar e prometia não perder um minuto sequer enquanto não tornasse o Estado de Rondônia uma realidade. Disse que havia muito ainda por fazer, embora o seu dileto amigo Coronel Humberto Guedes muito tenha feito por Rondônia.

 “É mais uma missão a cumprir. A alguns se afigura difícil, a mim não. Gosto que haja dificuldades em minha vida, pois quero e espero superá-las. Sem obstáculos não haveria nem esforço, nem luta, e a vida seria insípida. Quero isto sim, a ajuda de todos. A todos prometo, solenemente, trabalhar sem discriminação e com muito entusiasmo, empregando toda a minha inteligência, vigor físico e, sobretudo, o desejo de acertar, sempre”. (...) “Aqueles que trabalharem comigo terão que rezar pela mesma cartilha: Trabalho, trabalho e trabalho. O poder de mando não é um gozo e privilégio de ninguém, antes de tudo é uma servidão para todas as horas”.

Trabalhando diuturnamente, em apenas dois anos e oito meses, Jorge Teixeira conseguiu estruturar o Território Federal de Rondônia e a sua passagem a Estado aconteceu no dia 22 de dezembro de 1981 quando o Presidente da República João Baptista Figueiredo assinou a Lei Complementar nº 41 que extinguiu o Território Federal e fez surgir a 23º estrela no azul da União. No seu discurso de improviso, quando foi hasteada pela primeira vez a Bandeira do Estado de Rondônia, ás 14 horas, do dia 22 de dezembro de 1981, no pátio da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, o Governador Jorge Teixeira de Oliveira, empolgou a população ao afirmar, para todo o Brasil, que aqui haveria lugar para todos que quisessem trabalhar. 

(*) a autora é jornalista e administradora do Memorial Jorge Teixeira

Mais Sobre História

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Iniciadas as gravações para o Museu da imagem e do Som do Cremero

Começaram na manhã desta terça 27 as gravações para o Museu da Imagem e do Som do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), que

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Por dentro da história: Diálogo é apontado como fator primordial na Assembleia Constituinte em 1983

Os deputados constituintes de Rondônia eleitos em 1982 assumiram em 1983 diante de um clima tenso, e o diálogo foi fundamental nesse contexto. A par

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

Fecomércio/RO parabeniza Estrada de Ferro Madeira Mamoré pelos 107 anos

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio/RO) parabeniza os 107 anos de existência da Estrada de Ferro Mad

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

Palestra sobre história de Rondônia será ministrada na Reitoria do IFRO

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia sediará na próxima sexta-feira (19) a palestra “RONDÔNIA: história e curiosidades”.