Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Voluntários estrangeiros elogiam experiência na Copa Mundo


 
Arquivo pessoal

Gente de Opinião

Laure Helbert escolheu ser voluntária para ajudar nos bastidores

Voluntários estrangeiros têm participação efetiva na Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Além da experiência trazida dos países de origem, eles são essenciais no auxílio a torcedores estrangeiros e atuam em áreas como entorno dos estádios, Centros Abertos de Mídia (CAM) e aeroportos. A atuação em um megaevento esportivo no Brasil rendeu elogios à organização e à participação da sociedade.

A francesa Laure Helbert Jestin, 51, mora no Brasil há três anos. Ironicamente, Laure não gosta de futebol e foi esta a razão que a fez atuar como voluntária em São Paulo. “Eu não queria ver os jogos, queria participar do lado de fora do estádio, ajudando quem precisasse. Meu objetivo maior era contribuir com a organização do torneio”, conta.

Em sua avaliação, o Mundial tem sido um dos melhores já realizados pela FIFA. “Gostei muito e só tenho elogios à organização. Uma das coisas boas que presenciei foi poder acompanhar a evolução da Arena Corinthians, enquanto participava do treinamento presencial, e ver de perto como funciona um evento deste porte. Já o meu marido, que também é francês, tem lido nos jornais franceses e outros estrangeiros que a organização está de parabéns”, diz. Ela acrescenta a alegria de estar no Brasil em um momento tão especial. “Gostei muito do ambiante nas ruas e no metrô durante a Copa. Gostei de  ver muitos brasileiros vestidos de verde e amarelo no dia de jogo, mesmo num banco. Isso não é tão comum na França”, conclui.

Voluntário em Porto Alegre, Kadi Kokoye, 26, está no Brasil há quatro anos e veio do Benin para cursar agronomia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).  Em sua opinião, a Copa do Mundo não poderia ser melhor. “A experiência tem sido maravilhosa. Nós ganhamos conhecimento, novas amizades e novos contatos, além da convivência com pessoas diferentes. Eu acho que o povo brasileiro não imaginava como este Mundial seria bom. E hoje eu percebo que todos [os brasileiros] estão acompanhando com amor este torneio e recebendo bem todos os turistas. Vejo uma participação ativa da sociedade”, afirma.

Arquivo Pessoal

Gente de Opinião

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Kadi fez amigos durante a atuação na Copa


Fonte: Portal da Copa
 

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal