Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Uruguai e Colômbia se enfrentam no Maracanã pelas 8ª final


 Getty Images

Gente de Opinião

Um confronto entre duas equipes sul-americanas, valendo vaga nas quartas de final de uma Copa do Mundo disputada no continente. Se os ingredientes para uma partida cheia de emoções entre Colômbia e Uruguai, neste sábado (28.06) às 17h, no Maracanã, já estavam postos, o duelo ganhou um tempero extra com a suspensão do atacante uruguaio Luis Suárez, que está fora do torneio e retornou a seu país.

O treinador da Celeste, Óscar Tabárez, fugiu ao protocolo na entrevista coletiva na véspera do jogo para discursar em defesa do camisa 9. Ele disse que o episódio uniu ainda mais o grupo. “Suárez, você nunca estará sozinho. A torcida uruguaia e nós estamos todos comovidos. Estamos feridos, mas com uma força incrível e com uma grande rebeldia, mais que tudo para a partida”.

Seria um incentivo para seus comandados? A raça da equipe, que se superou para vencer Inglaterra e Itália já é conhecida. Voltar ao palco em que foram campeões mundiais pela última vez era a última pitada que faltava na receita. Falta saber quem será o substituto do artilheiro da Celeste. A dúvida fica entre os atacantes Forlán e Stuani.

Apesar da ausência de Suárez, o técnico da Colômbia, José Pékerman, destacou as qualidades do conjunto rival. “Trata-se de uma equipe muito bem trabalhada, que todos se conhecem. Os jogadores confiam plenamente no treinador, que sabe tirar o melhor de cada um. Eles podem estar em desvantagem, que nunca vão perder a essência de acreditar na vitória. Além disso, eles têm bons jogadores na bola alta, como o Godín, e não sentem a pressão da partida”, exaltou.


Desconfiança e afirmação

Getty Images
Gente de Opinião

Os uruguaios sabem que terão pela frente uma equipe motivada, que pode alcançar a sua melhor campanha na história das Copas, caso avance às quartas de final. A força da Colômbia está no ataque, comandado pelo camisa 10, James Rodríguez, e que terminou a primeira fase como segundo mais positivo entre as 32 seleções (nove gols). O colombianos também devem ser maioria nas arquibancadas do estádio carioca.

Pékerman (foto à direita) sabe o que é perder a principal estrela da equipe. O atacante Falcao García, que não se recuperou de uma lesão, foi cortado da lista final para a Copa. No entanto, o treinador destaca que a seleção superou as desconfianças e mostrou que tem um grupo qualificado. Na vitória contra o Japão por 4 x 1, pela última rodada do grupo C, o time entrou com alguns reservas em campo.

“Comentamos que a equipe veio com muitos problemas, trabalhou forte para não perder o otimismo, manter a calma e seguir em frente. Mais do que nunca, temos que ter esse pensamento de superação. E por isso, o povo colombiano está feliz, porque sabe as dificuldades pelas quais passamos. Fiquei satisfeito, porque na última partida testei algumas alternativas e continuamos com o mesmo padrão. Mesmo com tantas mudanças, o jogo nos mostrou que temos jogadores que podem competir e podemos crescer”, analisou.

A equipe que se classificar para as quartas de final irá enfrentar o vencedor do confronto entre Brasil e Chile, que também será disputado neste sábado.

O Uruguai deve ir a campo com: Muslera; Cáceres, Giménez, Godín e Alvaro Pereira; Arévalo Rios, Alvaro González, Cristian Rodríguez e Lodeiro; Forlán (Stuani) e Cavani.

Já a Colômbia deve ter: Ospina, Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero; Sanchez, Aguilar, Rodriguez e Cuadrado; Ibarbo (Bacca) e Gutierrez.

Campanha e histórico

A Colômbia chega para o confronto com 100% de aproveitamento nas três partidas que disputou pelo Grupo C. A equipe venceu a Grécia por 3 x 0, a Costa do Marfim por 2 x 1 e o Japão por 4 x 1.

A classificação uruguaia foi mais sofrida. A Celeste passou como segunda colocada do Grupo D. Após perder de 3 x 1 para a Costa Rica na estreia, a equipe se recuperou com vitórias por 2 x 1 sobre a Inglaterra e por 1 x 0 contra a Itália.

Na história das Copas, Uruguai e Colômbia se enfrentaram apenas uma vez. O duelo foi válido pela primeira fase da Copa do Mundo de 1962, no Chile, e a Celeste venceu por 2 x 1.

Palco

A partida entre Colômbia e Uruguai completará a passagem de todos os vizinhos sul-americanos do Brasil pelo Maracanã. Após receber Argentina, Chile e Equador, a promessa é de arquibancada cheia mais uma vez. Na primeira fase, o estádio teve média de mais de 74,1 mil torcedores por jogo. Nesta sexta-feira (27.06), o gramado da arena foi poupado e as equipes treinaram no estádio de São Januário.

» Conheça todos os detalhes do Maracanã

Getty Images

Gente de Opinião

Brasil no Maracanã

A Seleção Brasileira só atuará no mítico estádio se chegar à final. Mas, os torcedores poderão, neste sábado, acompanhar a partida da equipe contra o Chile, nos quatro telões da arena. Prevendo que muitos torcedores irão assistir ao jogo do Brasil, que terminará por volta das 15h, caso não haja prorrogação ou pênaltis, para depois se deslocarem para o Maracanã, os organizadores vão transmitir a partida que será realizada no Mineirão, em Belo Horizonte. Por isso, os portões do estádio carioca serão abertos às 12h30. O objetivo é evitar que o público chegue em cima da hora do duelo entre colombianos e uruguaios.

Operação para a partida

O fechamento das vias do entorno do Maracanã será antecipado em relação ao último jogo no estádio. A primeira parte das interdições será feita oito horas antes do início da partida, às 9h, e a segunda interdição ocorrerá com sete horas de antecedência, às 10h. A reabertura das vias ocorrerá duas horas após o término da partida, se não houver prorrogação e pênaltis.

A prefeitura do Rio de Janeiro recomenda que os motoristas evitem trafegar de carro na região da grande Tijuca e na Radial Oeste/ São Francisco Xavier. No perímetro de 800 metros ao redor do estádio somente torcedores com ingressos poderão circular.

Segurança

A Polícia Militar contará com um efetivo de quatro mil profissionais (900 a mais que na última partida), que dentre outras atribuições, fiscalizam a entrada dos torcedores com ingressos, profissionais e moradores credenciados no perímetro de segurança até duas horas após o jogo. Desde as 22h de sexta-feira, policiais do batalhão de choque atuam no entorno do estádio para coibir acampamentos. Haverá outros mil policiais na Fan Fest e 300 no Alzirão, festa de rua que é tradicional ponto de encontro em dia de jogos.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) representantes das forças de segurança coordenam todas as ações. No local, a movimentação dos torcedores e o deslocamento das delegações são monitorados. As imagens são transmitidas por meio do Vídeo Wall, um telão de cinco metros de altura por 17 metros de comprimento, com 98 monitores LED, que exibe mapas e as principais imagens da cidade.

Além do CICC, mais dois centros reforçam a segurança. Um fica dentro do Maracanã e outro em um caminhão, o CICC Móvel, no entorno do estádio. Plataformas de observação elevada também auxiliam no monitoramento.

O atendimento da Polícia Civil também é feito em uma delegacia móvel, que conta com sala para o delegado, cinco estações de trabalho, cela para dois presos e um alojamento. O local tem capacidade para atender até cinco pessoas ao mesmo tempo. Também há reforço no atendimento da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat).

Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública e guardas municipais vão fiscalizar toda a região do estádio para coibir ações de marketing de emboscada, venda irregular de produtos por ambulantes, consumo de bebidas alcoólicas e estacionamento irregular.

Transporte público

Gente de Opinião

Como em todos os jogos, a recomendação é o uso prioritário do transporte público. No metrô, trem e barcas os passageiros terão gratuidade a partir de 11h.

Torcedores com ingresso que se deslocarem da zona norte e zona sul podem usar as linhas 1 e 2 do metrô sem precisar pagar passagem. A transferência entre as duas linhas pode ser feita em todas as estações no trecho compartilhado entre Central e Botafogo.

Para facilitar o deslocamento até o estádio, os torcedores deverão priorizar a estação de acordo com o seu portão de entrada – há letreiros com informações dentro do próprio sistema do metrô. Todas as estações ficam em um raio de dez minutos de caminhada do estádio e o trajeto será sinalizado com placas instaladas pela prefeitura.

Quem tem ingressos para os portões A (bilhetes com a cor azul), B e C (amarelo) deve desembarcar na estação Maracanã – onde há uma integração com os trens metropolitanos. A estação São Cristóvão é prioritária para quem terá de entrar pelos portões E e F (verde). O público que acessará o estádio pelo portão D (vermelho) deve utilizar a estação São Francisco Xavier.

No modal, há 40 funcionários voluntários, fluentes em idiomas, que estão à disposição nas estações de maior movimento para orientar o público.

BRT Transcarioca

Os torcedores que saírem do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) ou da zona oeste poderão utilizar o BRT Transcarioca para se deslocarem até o Maracanã. Haverá ônibus expressos saindo do terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, do Fundão e do aeroporto. Os passageiros devem desembarcar na estação Vicente de Carvalho e fazer a integração com a linha 2 do metrô no mesmo local.

Quem chegar no Aeroporto Santos Dumont no dia da partida também pode pegar um ônibus gratuito até a estação Cinelândia, no centro, e seguir de metrô até a arena.

Motoristas de veículos fretados que desejarem circular pelo Rio de Janeiro devem estar atentos às regras decretadas no Diário Oficial. Um bolsão de estacionamento foi montado na Ilha do Fundão para ônibus e vans. Os passageiros deverão desembarcar no local e utilizar o transporte público da cidade.

Fan Fest

Em virtude da realização do jogo do Brasil, às 13h, e com a previsão de grande presença de turistas nas areias de Copacabana, a pista da Av. Atlântica, junto à orla será interditada às 7h da manhã, no esquema similar a área de lazer. A liberação está prevista para às 19 h. Com a interdição da orla, a pista junto aos prédios será invertida, também a partir das 7h. Antes do jogo no Maracanã ocorrerá o fechamento da pista junto aos prédios entre a Rua Figueiredo de Magalhães e Princesa Isabel, às 16h30.

» Confira o esquema completo para a partida


Fonte: Gabriel Filaho - Portal da Copa

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte