Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Torcida levou mais emoção à final


 
Danilo Macedo
Agência Brasil

O último jogo da Copa do Mundo de 2014 no Brasil não fugiu ao que foi todo o torneio. Belos lances e emoção até o fim da partida. O último gol do campeonato, de número 171, fez com que esta Copa passasse a dividir o recorde de gols com o torneio disputado na França, em 1998. Embora a maioria dos brasileiros estivesse torcendo para a Alemanha, que ao longo da competição foi o time mais simpático com o Brasil fora de campo – mas que dentro dele nos goleou por 7 x 1 -, havia muitos apoiando a Argentina, a finalista da América do Sul com o craque Lionel Messi.

Duas horas antes da partida, brasileiros e argentinos, com espírito esportivo, cantavam as músicas que citam e provocam os vizinhos rivais. Nos dias anteriores, os argentinos chegaram às dezenas de milhares ao Rio e foram acolhidos em locais como o Sambódromo. Alguns foram vistos dormindo até em jardins nos arredores do estádio.

Os alemães, que escolheram o calor de Santa Cruz Cabrália para treinar, ouviram as vozes de sua torcida se multiplicarem com o apoio de brasileiros dentro do estádio, que abafaram, de certa forma, a pressão ensaiada pela apaixonada torcida argentina. As luzes do Maracanã homenagearam as duas merecedoras finalistas. Metade azul e metade amarelo e vermelho, iluminando a cobertura branca do estádio.

Dentro de campo, os jogadores corresponderam à energia da torcida. Teve muito suor, gol anulado, prorrogação, invasão de campo por um torcedor, gol válido e até sangue do jogador Schweinsteiger, atingido pelo atacante argentino Agüero. Após 24 anos, desde o último título, a Alemanha sagrou-se campeã mundial pela quarta vez.

Os jogadores alemães receberam o troféu e as medalhas na presença da chanceler Angela Merkel, da presidenta Dilma Rousseff, e do presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter. Dilma foi vaiada por parte da torcida quando era mostrada nos telões do estádio.

Apesar da derrota, o capitão da Argentina, Lionel Messi, recebeu a Bola de Ouro como melhor jogador desta Copa. O alemão Manuel Neuer recebeu a Luva de Ouro como melhor goleiro.

Uma hora depois do fim do jogo, os atletas alemães estavam em campo, acompanhados de seus parentes, levantando a taça, fazendo festa com a torcida e eternizando um grande momento.

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal