Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Torcida levou mais emoção à final


 
Danilo Macedo
Agência Brasil

O último jogo da Copa do Mundo de 2014 no Brasil não fugiu ao que foi todo o torneio. Belos lances e emoção até o fim da partida. O último gol do campeonato, de número 171, fez com que esta Copa passasse a dividir o recorde de gols com o torneio disputado na França, em 1998. Embora a maioria dos brasileiros estivesse torcendo para a Alemanha, que ao longo da competição foi o time mais simpático com o Brasil fora de campo – mas que dentro dele nos goleou por 7 x 1 -, havia muitos apoiando a Argentina, a finalista da América do Sul com o craque Lionel Messi.

Duas horas antes da partida, brasileiros e argentinos, com espírito esportivo, cantavam as músicas que citam e provocam os vizinhos rivais. Nos dias anteriores, os argentinos chegaram às dezenas de milhares ao Rio e foram acolhidos em locais como o Sambódromo. Alguns foram vistos dormindo até em jardins nos arredores do estádio.

Os alemães, que escolheram o calor de Santa Cruz Cabrália para treinar, ouviram as vozes de sua torcida se multiplicarem com o apoio de brasileiros dentro do estádio, que abafaram, de certa forma, a pressão ensaiada pela apaixonada torcida argentina. As luzes do Maracanã homenagearam as duas merecedoras finalistas. Metade azul e metade amarelo e vermelho, iluminando a cobertura branca do estádio.

Dentro de campo, os jogadores corresponderam à energia da torcida. Teve muito suor, gol anulado, prorrogação, invasão de campo por um torcedor, gol válido e até sangue do jogador Schweinsteiger, atingido pelo atacante argentino Agüero. Após 24 anos, desde o último título, a Alemanha sagrou-se campeã mundial pela quarta vez.

Os jogadores alemães receberam o troféu e as medalhas na presença da chanceler Angela Merkel, da presidenta Dilma Rousseff, e do presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter. Dilma foi vaiada por parte da torcida quando era mostrada nos telões do estádio.

Apesar da derrota, o capitão da Argentina, Lionel Messi, recebeu a Bola de Ouro como melhor jogador desta Copa. O alemão Manuel Neuer recebeu a Luva de Ouro como melhor goleiro.

Uma hora depois do fim do jogo, os atletas alemães estavam em campo, acompanhados de seus parentes, levantando a taça, fazendo festa com a torcida e eternizando um grande momento.

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte