Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Recife é avaliado como cidade acolhedora


 
Fotos: Laura Cortizo/ Portal da Copa
Gente de Opinião
Aumento de mais de 500% de visitantes na Embaixada dos Bonecos Gigantes durante a Copa

Se houve uma coisa que foi elogiada no Recife durante os dias em que a cidade recebeu jogos da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, foi a receptividade do povo recifense. O calor humano foi uma qualidade unânime na avaliação dos 400 mil visitantes que estiveram na capital pernambucana no período. De acordo com pesquisa feita pelo Centro Integrado de Pesquisa e Comunicação (Cipec), a pedido da Prefeitura do Recife, 82,3% dos visitantes avaliaram a cidade como boa ou ótima e 87,8% a recomendariam como um bom destino turístico, destacando a hospitalidade da população e as belezas naturais como pontos positivos.

A taxa de ocupação nos 59 principais hotéis da cidade, no período de 9 a 30 de junho, foi de 92%. Nos equipamentos cadastrados pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), entretanto, foi registrada uma ocupação de 82%, o que significa um acréscimo de 15% em relação ao mesmo período de 2013. Do ano passado para este ano, a cidade ganhou 1,5 mil leitos, chegando a 13.600.

Pode-se dizer que a descoberta da cidade foi uma grata surpresa para os visitantes. Quase 90% dos estrangeiros e 33,8% dos brasileiros que vieram à cidade para a Copa não conheciam o Recife. Ainda segundo a pesquisa, independentemente da nacionalidade, 80,1% dos visitantes declararam que pretendem retornar. Entre os equipamentos culturais mais visitados estiveram a Casa da Cultura, o Mercado de São José, o Forte das Cinco Pontas e a Embaixada dos Bonecos Gigantes. Essa última registrou um aumento de pelo menos 500% durante a temporada dos jogos.

Gente de Opinião
A média geral de gastos dos turistas internacionais foi de US$ 3.097,80

O suporte aos turistas foi dado de formas variadas e incluíram a presença de voluntários do Ministério do Esporte nos principais pontos turísticos e de mobilidade. Além dos nove Centros de Atendimento ao Turista (CATs) já existentes na cidade, para o período da Copa do Mundo foram instaladas mais seis centrais temporárias, localizadas no Sítio Trindade, Arena Pernambuco, Terminal Marítimo, Desembarque Internacional e Nacional do Aeroporto e Central de Ingressos do Shopping Recife.

Para além dos hotéis

Os hotéis foram a principal escolha dos turistas estrangeiros que ficaram no Recife – 44% deles optaram por esse tipo de hospedagem. Albergues, pousadas, aluguel de apartamento e até navio também foram opções escolhidas. Mas houve quem preferisse viver a cidade de uma forma mais despojada: 8% dos visitantes estrangeiros se hospedaram na casa de um recifense.

O uruguaio Dário Lodeiro veio para a Copa das Confederações no ano passado, quando fez amigos pernambucanos. Desta vez, mesmo sem ter partidas da Celeste marcadas para acontecerem na cidade, ele optou por voltar a visitar a capital pernambucana e ficou na casa dos amigos. “Além da vantagem financeira, há a chance de ter contato com as pessoas da cidade, conhecer melhor o lugar onde você está ficando, ter mais oportunidades de entender e conhecer as costumes das pessoas. Também existe um trato mais pessoal, que faz a sua estadia ainda mais interessante”, explica ele, que ficou baseado em Natal durante a Copa.

Avaliação da qualidade ou do atendimento como positivos/regulares em:

- Restaurantes: 86,2%;
- Bares: 81,6%
- Atrativos turísticos: 81,2%
- Eventos: 80,1%
- Informações turísticas: 80,2%
- Segurança: 77,8%
- Sinalização turística: 76%
- Hotéis: 61%

Gente de Opinião

Quase 33,8% dos visitantes brasileiros não conheciam o Recife

Perfil do turista estrangeiro

- O público estrangeiro que veio para a Copa foi predominantemente do sexo masculino (75,9%), jovem, na faixa etária entre 25 e 44 anos (71,4%), e solteiros (65,6%).

- A média geral de gastos dos turistas internacionais foi de US$ 3.097,80. O principal investimento foi com a alimentação (39,8%).

- Os alemães e americanos foram campeões de permanência, ficando na cidade 11 e 8 noites, respectivamente.

- Os estrangeiros (43,5%) preferiram utilizar o transporte público para se locomover no Recife. Outros 39,5% optaram pelo táxi na maioria dos deslocamentos.

- 20,3% dos estrangeiros tiveram suas expectativas com relação à cidade superadas.

- 56,6% tiveram suas expectativas atendidas.

Os principais meios de hospedagem foram:

- Hotéis (43,8%)
- Albergues e pousadas (21,8%)
- Navio (15%)
- Casa de recifenses (8%)

Fonte: Laura Cortizo, do Portal da Copa no Recife

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal